16.7.18

SEM TEMPO PARA SAFADEZAS


Já vai fazer um ano que o meu namorado tá aqui morando comigo. Antes da sua chegada, a gente só se falava pelo iscaipi. Isso quando eu ligava o computador. No trabalho eu não tinha como fazer isso. Aí passou pela minha cabeça a ideia de usar o celular da minha mãe. Ela e o Anselmo conversam pelo uatis todos os dias. É claro que, depois de enviar algumas mensagens mais abusadinhas, eu era obrigado a apagar o histórico da conversa. Aprendi a fazer isso facilmente.
Numa ''bela'' tarde, segurei meu pênis por cima da bermuda e tirei uma foto com o celular usando a outra mão. Aí enviei a foto pro Selmo. Fiquei esperando ele visualizar aquilo para poder apagar a foto depois. Mudei de posição na cadeira e o telefone escorregou da minha mão e se estatelou no chão. Peguei o aparelho e vi que a tela estava escura, não havia mais nada ali. Quebradaço.
Falei pra minha mãe que o celular ''simplesmente parou de funcionar enquanto estava seguro em minhas mãos firmes e fortes''.
Ela entregou o telefone para um cara que mora aqui perto e que conserta celulares. O cara disse que a parte interna da tela estava quebrada. Ele levou o celular embora.
Aí começou o meu drama. Assim que o telefone fosse devolvido, minha mãe iria entrar no uatis e dar de cara com a minha foto ''muito abaixo do enquadramento socialmente aceito''. Eu teria que pegar o telefone antes dela.
Fiquei em cima dela o tempo todo.

- É hoje que o seu telefone volta do conserto?
- Não.

- É hoje?
- Talvez.

- É hoje?
- Sim, ela disse.

Eu tava vendo um filme em dvd. Volume baixo, porta entreaberta, pernilongos malditos entrando na casa, noite fria. O cara do telefone iria passar por aqui a qualquer momento. Não temos campainha há anos, ele teria que bater palmas lá no portão. Deixei o volume do filme ainda mais baixo. Esperava que o Max, o Fox e o Duke começassem a latir assim que ouvissem algum som vindo lá da frente. O plano era sair correndo da casa, passar pela casa da frente, onde mora minha mãe, e pegar o cel no portão. Ligar, tocar, tocar, abrir, entrar, apagar. Isso ia dar muito trabalho.
Quando os filhotes começaram a latir, pausei o filme, eu tava com o controle na mão há um tempão, e corri para fora. O cara já estava indo embora e o telefone já estava na mão da minha mãe. Ela tava olhando para a tela, medo.
- Posso ver como ficou?
Era a tela inicial, beleza. Virei de costas, abri o uatis, selecionei o Anselmo e lá estava a minha foto. Selecionei a imagem e joguei na lixeira, ufa.

- Ufa, nenhuma mensagem nova do Anselmo pra você, eu disse.
Tudo certo.
Voltei pra casa, voltei pro meu filme.
Que legal (sarcasmo) pausei o filme bem em cima da cena de homossexo. Se a minha mãe entrasse em casa naquele momento ...
Em outubro minha sogra vai passar uns dias aqui. Tá na hora de encarnar o santo em tempo integral, pelo menos do lado de fora do quarto.
 

PRIMEIRA IMPRESSÃO

 A SHE RA 
DA NETFLIX


A ''Barbie'' da minha geração já era ...


 ANIMAIS FANTÁSTICOS 2
o jovem Dumbledore


 GLASS
 corpo fechado + fragmentado

 SHAZAM
o peito do cara acende?
então tá

ANATOMIA DE UM POSTER

O primeiro trailer já tá chegando.
 

NATHAN FILLION É NATHAN DRAKE NUM CURTA ANIMAL

steelbook - JURASSIC PARK 25 ANOS


A lata é lindona. Comprei na pré venda e ganhei um desconto legal. No aniversário de 25 anos do primeiro filme, além do steelbook, também temos os quatro filmes, em dvd e em blu, separadamente e em caixas, chegando nas lojas.

 
 

O SB vem com JP, JP2, JP3 e Jurassic World. Lá fora, o filme de 1993, e a quadrilogia, ganhou várias caixas diferentes cheias de mimos. Aqui no Brasil, nada de novidades, eu disse nada, NADA! O encarte preso no steelbook apenas alterou o nome dos extras. Não tem nada disso de ''De volta ao JP, parte 1,2 e 3'', são apenas os velhos extras da edição de 2013.


Essa caixa aí em cima 🔺 é a edição de 2013. O SB traz os mesmos discos, os mesmos extras, tudo igual. O disco com JW também é repetido. Se trata do mesmo disco lançado em 2015 🔺. Ou seja, você vai levar apenas a lata para sua coleção.
 

11.7.18

PRIMEIRA IMPRESSÃO

Agora é ''foto oficial''
 

10.7.18

OS ANIMAIS FALAM E NINGUÉM LIGA

AS AVENTURAS DE PADDINGTON
Um jovem urso se muda para Londres em busca de um novo lar. Acaba sendo adotado por uma família no estilo Mary Poppins. Ele sabe falar e ninguém acha isso surpreendente. Adorável fantasia inglesa, baseada numa série de livros de sucesso. Nicole Kidman faz uma vilã estilo Cruela.


O PEQUENO STUART LITTLE
Um casal entra num orfanato cheio de crianças e resolve adotar um rato. Certo, todo mundo entende o rato, a família toda fala com ele, mas ninguém entende o gato. O gato só fala com o rato. Estranho.



MUPPETS
Aqui, todos os animais sabem falar. Miss Piggy até dá em cima de humanos bonitões. Todo mundo entende o sapo, ele faz faculdade e arruma um emprego no teatro, mas as pessoas também comem pernas de rã. Ninguém percebe que, nesse tipo de universo alternativo, todos os humanos deveriam ser vegetarianos.



BEE MOVIE
E por falar em direitos dos animais. As abelhas também falam, e elas podem contratar advogados para processar humanos ladrões de mel (e também o cantor Sting). A trama tomou tantas liberdades que, em um determinado momento, parecia que Barry, a abelha, iria iniciar um relacionamento amoroso com a moça que o ajudava. Eca.


ANASTÁCIA
O cachorro não fala. O morcego sim. Mas ele só conversa com um morto vivo. Então, apenas os mortos ouvem os animais. É isso?


BERNARDO E BIANCA
Nesse clássico da Disney, todos os animais sabem falar. Mas ninguém conversa com seres humanos. Quando dois camundongos tentam salvar uma menina, eles puxam conversa. Falar com crianças pequenas é permitido.


TODOS OS CÃES MERECEM O CÉU
De novo, todos os animais sabem falar, mas só falam com crianças. Estranhamente, a menina do filme sabe falar até com cavalos, e os cachorros ao redor acham isso espantoso.


ALVIN E OS ESQUILOS
Os animais falam, cantam e até gravam discos. Esses bichinhos poderiam viver no mesmo mundo de Paddington e Stuart Little.


PEABODY E SHERMAN
Agora temos um cão adotando um menino humano, uma novidade nesse mundo. O sr Peabody é super inteligente mas não consegue evitar que seu filho sofra bullying na escola por ter um pai cachorro. É o mesmo universo de Stuart Little, contudo, a época deve ser outra.

trailer - CHRISTOPHER ROBIN

PRIMEIRA IMPRESSÃO


Naomi Scott, Lupita Nyong'o e Kristen Stewart (sério?) são as novas PANTERAS
O filme, dirigido por Elizabeth Banks, chega em 2019
 

JOGO DO ESCONDE ESCONDE