25.5.16

FUCK YEAH! CHRIS MELONI

... seu pai não faz isso...

CHP CULT


Esse é o filme do Almodóvar que eu mais gosto. A história é uma só mas ela não é apresentada de maneira linear. Tão pouco é dividida em capítulos como Pulp Fiction, existem flashbacks e filmes dentro do filme dentro do filme. O roteiro não deixa pontas soltas e a trama é apresentada de uma maneira que permite revelações e reviravoltas, e também a presença de novos personagens, a todo momento. E o desfecho é apenas narrado no final (?!?). Cuidado para não ficar confuso na primeira metade do filme.
Você é aquele cara que gosta do Pedrinho, gosta de homi pelado, de homossexo e de Gael García Bernal, ok, pra você, MÁ EDUCAÇÃO (2004) já virou cult.

Enrique é um diretor de cinema. Ele recebe a visita de um amigo de infância, Ignacio (Bernal 1), é o primeiro encontro deles em 16 anos. Ignacio diz que é ator e lhe mostra um roteiro que ele mesmo escreveu. Parte do roteiro é baseada na infância dos dois, num colégio administrado por padres católicos. Aí entramos no tal roteiro.
O travesti Zahara (Bernal 2) tenta assaltar um cara bêbado (de longe, o cara mais gostosão do filme) e descobre que ele é Enrique, sua primeira paixão. Então Zahara barra Ignacio decide ir atrás do padre que o molestou no colégio para fazer chantagem. Aí a gente vai parar no tal colégio, com Ignacio, Enrique e o tal padre que é apaixonado por Ignacio.
De volta para o presente, e no mundo real, Enrique diz que adorou o roteiro. Mas ele tem uma pulga atrás da orelha. O tal rapaz não lembra muito o Ignacio garotinho. Se esse cara não é o Ignacio, quem ele é? E o que aconteceu com o verdadeiro Ignacio? Essa é a trama da segunda metade do filme, com longos flashbacks.


24.5.16

DIGA ''SIM'' ÀS DROGAS


MUTANTES CARNÍVOROS (1986) é uma pérola trash de primeira. Filmado com um orçamento incrivelmente baixo. Num parque, numa fábrica abandonada, num terreno baldio, com fantoches, figurino fundo de quintal e uma trama cheia de furos. Mas o filme lembra bastante uma certa trilogia muito famosa.

Estamos no ano de 2033. As máquinas escravizaram a humanidade. Os robôs (o título br não tem nada a ver. No original é ''robot holocaust'') usam os humanos como fonte de energia, eles são colocados em casulos. E as pessoas também lutam até a morte em arenas de gladiadores, para a diversão dos robôs. Os humanos não podem fazer nada, as máquinas controlam o oxigênio do planeta. Eles giram uma manivela e os humanos sufocam na hora.
Eis que surge um humano rebelde chamado Neo, com poderes telepáticos. Ele decide acabar com a tirania das máquinas. Durante sua jornada, ele encontra outros guerreiros (todo mundo luta com espadas no estilo Conan), entre eles uma amazona (sua tribo captura homens inocentes e os usa para fins reprodutivos) e um robô do bem que tem uma armadura ridícula com olhos humanos desenhados no rosto.
Apesar do título, a gente não vê muitos robôs no filme. Neo e sua trupe encaram mutantes, vermes gigantes (mãos dentro de meias coloridas) e uma aranha enorme (mas a gente só vê uma pata). O líder das máquinas tem uma assassina pessoal chamada Valaria, um robô com forma humana (uma loira que faz topless e que se veste como vagaba). Os robôs também tem uma espécie de máquina do prazer (não pergunte).
O diretor e roteirista do filme costumava dirigir pornô gay. Ele dirigiu outros filmes como este antes de voltar pro pornô em 2001. Seu último filme (dad out west, 2015), vale uma espiada.


''Melhores'' momentos


DÊ UMA CHANCE PARA ...


Sim, dê uma chance. Porque muita gente resolveu ignorar o filme após o Oscar de 1999. A VIDA É BELA é de 1997, estreou atrasadíssimo no Brasil. Teve que receber sete indicações ao Oscar para chamar a atenção de alguma distribuidora.
Ah, o Oscar de 1999 ... um dos mais odiados barra estranhos. Quem vai levar o prêmio principal? ''A vida é bela'' ou ''O resgate do soldado Ryan''? Talvez ''Além da linha vermelha''. Mas nãããooo. ''Shakespeare apaixonado'', quem esperava por essa?

E na lista dos filmes estrangeiros estava ''Central do Brasil''. Eu li a sinopse, eu vi o trailer. Depois vi que o filme era completamente diferente daquilo que havia sido anunciado. Era tão tosco que eu devo ter parado de ver na metade, ou nem isso. Apenas não consegui ver aquela coisa até o final. Como esse filme conseguiu uma indicação ao Oscar é outro dos mistérios desta cerimônia bizarra de 1999. Eu estava torcendo por ''A vida é bela''. ''Tango'', um filme argentino, também era muito bom. ''Filhos do paraíso'' era melhor ainda.

O filme de Roberto Benigni não levou o Oscar principal mas ganhou o de melhor filme estrangeiro. Fiquei satisfeito. Só não achei que merecia o Oscar de melhor ator. Estava torcendo por Ian McKellen ou Edward Norton. Enfim, ''A vida é bela'' roubou o Oscar do Brasil, todos diziam isso no dia seguinte. Eu já tinha visto ''A vida é bela'', sabia que ''Central do Brasil'' não tinha a menor chance. Eu acho o filme lindo, até chorei no final. Ele força um pouco a barra ao mostrar um pai que encena uma espécie de gincana para que o filho não perceba que eles estão num campo de concentração. É meio surreal mas encanta.

ANATOMIA DE UM POSTER FAKE

GILLIAN ANDERSON COMO 007
ADOREI
A ATRIZ TAMBÉM CURTIU

NO SET DE "ALIEN COVENANT''







trailer - PROCURANDO DORY

23.5.16

teaser - A BELA E A FERA

CHP CULT


É difícil encontrar uma manchinha no currículo dos irmãos Coen. Eles começaram em 1984, com o thriller ''Gosto de sangue'', e no filme seguinte, ARIZONA NUNCA MAIS, de 1987, eles criaram uma fórmula de sucesso que estão seguindo até hoje. Comédias de humor negro com mensagens escondidas.

A história segue por um caminho tão estranho que é impossível adivinhar o final. Nicolas Cage é H.I., um ladrão que adora assaltar mercadinhos. Ele é uma boa pessoa, nunca usa munição. Por conta disso, sempre que ele vai pra cadeia, ele ganha apenas alguns meses de detenção. Nessas idas e vindas da prisão ele conhece a policial Ed (Holly Hunter, muito engraçada). Os dois se apaixonam e se casam. Ele arruma um emprego e ela consegue uma promoção no DP.
Aí eles descobrem que Ed não pode ter filhos. E por causa do ''passado colorido'' de HI, eles não conseguem adotar uma criança. Ed fica deprimida e deixa a polícia. 
Então surge uma esperança. Um famoso ricaço teve quíntuplos. HI e Ed resolvem invadir a mansão do cara e roubar um dos bebês. No mesmo dia, dois amigos de HI fogem da prisão (no estilo ''um sonho de liberdade'') e se hospedam em sua casa. Uma recompensa de 25 mil dólares pelo bebê sequestrado é oferecida e ela atrai um caçador assustador, o ''motoqueiro solitário do apocalipse'', que parece ter saído de um sonho de HI.
A verdadeira identidade do motoqueiro gera discussões até hoje. Ele e HI tem a mesma tatuagem. Ele pode ser o irmão de HI, ou seu doppelganger. O clímax está cheio de ação e o final é tanto bonitinho quanto triste.


21.5.16

trailer - MACGYVER (fala sério...)


Cruzes, por mim, essa série pode morrer no piloto.