31.8.16

CHP COLLECTION


Difícil acreditar que pegaram o livro de Pierre Boulle, que é praticamente uma comédia (os humanos são os pets dos macacos) e o transformaram num verdadeiro clássico da ficção científica. O autor deve ter pirado quando viu aquele final com a estátua da liberdade na praia. E o filme veio cheio de mensagens, mesmo num país tão conservador quanto os isteites, ele fez sucesso, será que alguém pescou a ideia? É impagável o momento em que a doutora Zira fala sobre evolução no tribunal e os juízes tapam a boca, os ouvidos e os olhos. É aquele velho debate entre a ciência e a religião. Pena que isso ficou apenas no primeiro filme.

A edição especial de PLANETA DOS MACACOS (o correto seria ''planeta dos símios". Macacos são primatas com cauda) tem 112 minutos de duração e traz uma abertura mais longa. Quanto mais cenas do bonitão Robert Gunner, melhor. Mas a edição também mostra o quanto o Charlton Heston tá canastrão nesse filme. Seu personagem é detestável, depois disso fica difícil sentir pena dele.

No filme seguinte, DE VOLTA AO PLANETA DOS MACACOS, o bonitão James Franciscus tenta encontrar o personagem de Charlton Heston e acaba encontrando humanos com poderes telepáticos que veneram uma bomba. O ano é 3955.

Em A FUGA DO PLANETA DOS MACACOS, Zira e Cornelius viajam ao passado, e encontram um mundo governado por humanos (somos nós). O final é trágico. Em seguida vem CONQUISTA DO PLANETA DOS MACACOS, onde vemos o famoso César se rebelar contra os humanos. Mais tarde, em A BATALHA DO PLANETA DOS MACACOS (ambientada no ano de 2670), César precisa lidar com vários problemas para garantir a paz em seu novo mundo, gorilas ferozes e humanos mutantes.
Esses são os cinco filmes originais.

Em 2001 surgiu aquela re-imaginação do Tim Burton do filme de 1968. PLANETA DOS MACACOS: A ORIGEM, de 2011, com James Franco, é um remake de ''Conquista...'', e sua sequência, PLANETA DOS MACACOS: O CONFRONTO, de 2014, é um remake de ''a batalha...''.

Para completar minha coleção, só mesmo o seriado de tv de 1974. Teve apenas uma temporada com 14 episódios. E a série animada também, de 1975, uma temporada apenas, com 13 episódios. Os dois seriados trazem novas versões do filme de 1968, apresentando outros astronautas que acabam viajando até o ano de 3979, mas o elenco símio é o mesmo (Zaius, Zira, Cornelius...).

Sem comentários: