26.11.16

em cartaz - A CHEGADA


Cuidado, o filme tem uma boa dose de ficção científica, uma sci-fi casca grossa lá perto do final, mas se trata de um drama. Vemos a chegada de seres alienígenas pelo ponto de vista de pessoas comuns. Não é um ID4, lembra mais ''contato'' e ''interestelar'', mas é bem tenso, e você pode não concordar com o final. Adoro o trabalho do Denis Villeneuve, a direção tá ótima e o elenco também. Só não deveriam ter esticado tanto o final.
 

- Telefone, casa?


Amy Adams é uma famosa professora de idiomas. Quando o filme começa, ela parece estar tentando superar a morte da filha, mas tem uma pegadinha aí. Ela e o matemático Jeremy Renner são recrutados pelo Forest Whitaker quando naves alienígenas aparecem, doze delas, em diversas partes do mundo (eles se esqueceram do Brasil novamente). Amy precisa aprender a se comunicar com os aliens, o governo americano quer saber, com urgência, o que os caras vieram fazer aqui na Terra. Tem essa tensão rondando o filme o tempo todo, alguns países estão desistindo das comunicações, que são bem complicadas, e estão querendo partir logo pro ataque. Isso poderia dar início a uma guerra, é muita pressão. O final fica ao seu critério, a moça tomou a decisão certa?
 











FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: arrival
ANO: 2016
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 1h 56min
DIRETOR: Denis Villeneuve (incêndios, os suspeitos, o homem duplicado)
ELENCO: Amy Adams, Jeremy Renner e Forest Whitaker
ESTREIA BR: 24 de novembro
VEJA TAMBÉM: sinais, contato, interestellar, contatos imediatos do terceiro grau


NA POLTRONA

10 min -  eles chegaram
30 min - lulas
1 hora - alfabeto complicado
 

Nenhum comentário: