1.7.16

LISTA DE COMPRAS - JULHO


Este mês tem BvS, eles estão querendo uma nova chance. A edição definitiva vai trazer a versão de cinema (151 min) e a versão estendida (182 min), com o Big Ben tomando banho. Também em dvd, e em blu3D + blu + cópia digital.

Que tal uma caixa com 4 filmes do David Cronenberg em blu? Tem ''Videodrome'', ''Os filhos do medo'', ''Mistérios e paixões'' e ''Calafrios''.
Na ressaca do Oscar (ainda) tem ''a garota dinamarquesa'' e ''o quarto de Jack''. E também ''a bruxa'', ''13 horas'', ''Kung Fu Panda 3'', ''boa noite, mamãe'', ''invasão a Londres'' e ''voando alto''. A velha série animada de ''star trek'' vai ganhar um box e ''independence day'' vai ganhar uma edição comemorativa de 20 anos (belo presente de aniversário ... um trailer do novo filme e nada mais no pacote... passe longe).
E um seriado de tv, ''fear the walking dead, primeira temporada''. É legal? Alguém já viu? Eu vou gostar? Tem homossexo?

4 comentários:

Anónimo disse...

Naked Lunch deu um nó na minha cabeça. Não desgostei, mas não adorei. Mas tem coisas que detesto (aliens humanoides) mas tem coisas maravilhosas e profundas (viagem com drogas sem texto literal) . 3 em 5 por via das dúvidas.

Quero ler o livro Queer do mesmo escritor, o qual é mesclado nesse filme Naked Lunch. Parece ser envolvente. Senti uma cutucada no FBI e seu J. Edgar.

Fernando F disse...

Alessandro, vc conhece a série "biy meets world", ou no Brasil "o mundo é dos jovens"? Viu o spin-off "girl meets world", ou no brasil "garota conhece o mundo"?

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

eu estou acompanhando poucos seriados de tv no momento, é difícil arrumar tempo. pensei em dar uma olhada no supernatural mas já tem uma porrada de temporadas, aí é complicado

Viviane disse...

Sobre Fear the Walking Dead, a ideia da série é mostrar o início da infecção, porém... tudo acontece muito rápido e, num piscar de olhos, os personagens já sabem como lidar com os walkers. Gostei muito do fato de a série (ao menos a primeira temporada) se passar em uma cidade grande - em contraposição à The Walking Dead - mas, falta carisma aos protagonistas, de um núcleo de seis ou sete pessoas apenas duas me cativaram.
Sou muito persistente com as séries que me proponho à assistir, mesmo com aquelas que não me agradam muito, porém Fear abandonei durante a segunda temporada, ela mais me irritava do que entretia, definitivamente perdi a paciência com os personagens.
Na segunda temporada surge um homocasal, mas, até onde acompanhei, sem homossexo. Inclusive, um dos dois personagens que citei que eram interessantes é uma das partes do homocasal.