20.7.16

CHP CULT


MAMÃEZINHA QUERIDA é um filme com muita história para contar.
A atriz Joan Crawford adotou quatro crianças porque não conseguia ter filhos. Ela faleceu em 1977. Poucos anos depois, sua filha Christina escreveu um livro chamado ''mamãezinha querida'', um sucesso de vendas. Rapidamente, virou filme, em 1981.
No livro, Christina retrata sua mãe como uma mulher que batia nos filhos, estava sempre bebendo, parecia uma louca. Detestava crianças. As adoções seriam apenas golpes publicitários. Os irmãos de Christina disseram que o livro era pura fantasia, escrito por motivos de vingança provavelmente.
Seja como for, a atriz Faye Dunaway mergulhou de cabeça na personagem, achando que levaria um Oscar pelo filme. Mas o filme foi massacrado pela crítica, o público achou o filme desconcertante demais. Faye ganhou um Framboesa de ouro e o filme foi eleito ''o pior filme da década''.
Mas ele não caiu no esquecimento. A era do vhs o transformou num cult, numa pérola trash. Já foi lançado em dvd mas eu ainda não o encontrei. Destaque para a famosa sequência do cabide de arame, sempre me lembro do filme quando vejo um. Arrepiante...


1 comentário:

Anónimo disse...

passou ha uns dias no telecine cult