16.2.15

DIGA ''SIM'' ÀS DROGAS


Anos 1980, Ron Clements e John Musker tiveram uma brilhante ideia. Fazer uma versão animada do livro ''A ilha do tesouro''. Mas a Disney tinha outros planos. Os caras ajudaram a escrever ''O caldeirão mágico'' e depois dirigiram ''As peripécias de um ratinho detetive''. Logo em seguida, começaram a trabalhar na ''Pequena sereia'', e depois veio ''Aladdin'' e ''Hércules''. A oportunidade de adaptar o livro surgiu na virada do século, e depois de três mega sucessos, eles pisaram na bola.
O filme PLANETA DO TESOURO fez uso de muita computação gráfica. Pintou essa ideia infeliz de fazer um filme metade século XVIII metade futuro (o navio tem gravidade artificial, mas o que protege as pessoas no convés do vácuo do espaço??). Ok, o filme tem um visual incrível, mas não há nada de errado com o livro (tem um livro holográfico no filme, que mau exemplo...), por que fazer mudanças tão radicais? Um filme sobre piratas do século XVIII (piratas de verdade) seria mais familiar, essa nova versão traz uma porrada de aliens grotescos e um mundo pouco atraente para crianças pequenas. Long John Silver virou um ciborgue, e um péssimo vilão, e seu papagaio virou uma geleca com olhos. Ben Gunn virou um robô sem graça e o navio ganhou uma capitã, para aumentar a presença feminina no filme. 
O protagonista ganhou traços pouco atraentes e um visu moderno para conquistar o público jovem. Ele tem um corte de cabelo irado, usa um brinco e gosta de esportes radicais. Muito forçado. A mãe dele foi desenhada por cima da Ariel, e recebeu uma animação bem pobre. 
O filme custou 140 milhões e faturou apenas 37 nos cinemas. Sete anos depois, Ron e John voltaram a se encontrar em ''A princesa e o sapo'', outro filme que não agradou. Agora eles estão escrevendo e dirigindo ''Moana'', que deverá estrear em 2016.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: treasure planet
ANO: 2002
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 95 min
DIRETORES: Ron Clements e John Musker (ratinho detetive, pequena sereia, Aladdin, Hércules)
ELENCO DE VOZES: Joseph Gordon-Levitt, Emma Thompson e Martin Short.

3 comentários:

Homem, Homossexual e Pai disse...

por coincidencia achei este filme uns dias atrás no NETFLIX e me arrisquei... uma droga PONTO... Robert Louis Stenvenson deve ter dado piruetas no tumulo!

Anselmo disse...

Para 2002 a Disney anunciou dois longas animados, esse planeta do tesouro e lilo e stitch. Eu apostei muito nesse filme. Os pôsteres divulgados eram incríveis, alguns trailers davam água na boca, mas o filme em si não foi tudo isso.
Lilo e Stitch, por outro lado parecia apenas um filme engraçadinho para crianças e nem de longe era meu favorito, mas se mlstrou muito mais profundo. Mesmo não tendo como foco a ação e a aventura, foi bem executado, e é muito superior a planeta do tesouro.

Anónimo disse...

eu babava muito pelo protagonista