24.6.18

O MELHOR E O PIOR DO MCU, O ESSENCIAL

1- CRONOLOGIA
É como nas HQs, é tudo uma história só. Até quando pinta um filme solo de alguém, surgem referências a outros filmes e personagens. Já são 23 filmes, 19 já foram lançados. James Bond que se cuide.


2- DESCAMISADOS
A novela das sete descobriu o segredo do sucesso nos anos 1990. Hollywood demorou um pouquinho. Se o Paul Rudd não tirar a camisa no próximo filme, a tradição será quebrada.


3- BOM HUMOR
Nem mesmo as HQs da Marvel (tirando o Deadpool, claro) são tão divertidas. Até o Thor faz piadas agora (?!?).


4- CENAS PÓS CRÉDITOS
Já virou tradição, todo mundo já sabe, elas estão lá. Apenas os trouxas deixam o cinema quando o filme acaba. Mas o Capitão América aprontou com a gente no final do Homem Aranha...


5- DIVERSIDADE
É verdade que a coisa só decolou recentemente, com o Pantera Negra e os filmes da Capitã Marvel e da Viúva Negra (ainda sem data), mas a Marvel respeitou a etnia barra gênero das HQs na maior parte do tempo. Alguns personagens caucasianos se tornaram negros (pena que é porque Roliúdi se sente forçada a fazer isso agora, até com deuses nórdicos) e um homem virou mulher (em breve nas telonas). Só estão faltando os homossexuais...



NO FUNDO DO POÇO:

O maior inimigo da Marvel é a própria Marvel. Eles conseguiram fechar um acordo com a Sony e pegaram o Homem Aranha. Fecharam um acordo com a Fox e pegaram Ego, o planeta vivo. Mas antes disso, a Marvel estava boicotando a própria Marvel. Mercúrio e Feiticeira Escarlate não podiam ser chamados de mutantes num filme dos Vingadores, para prejudicar a Fox a Marvel mudou até as HQs. Os personagens deixaram de ser mutantes, e filhos de Magneto, nos quadrinhos. E quando pintou o último filme do Quarteto Fantástico, também da Fox, a Marvel cancelou a HQ que existia desde a década de 1960. E tudo isso para quê? O Mercúrio da Marvel é gostosão (e só durou 1 filme, e uma cena adicional), mas o da Fox (3 filmes e uma ponta em ''Deadpool 2'') é mais divertido. E ninguém foi ver o filme do Quarteto ...

Sem comentários: