16.2.18

em cartaz - TRÊS ANÚNCIOS PARA UM CRIME



''Três anúncios'' não recebeu tantas indicações quanto o filme do Guillermo Del Toro, mas é o favorito deste ano por ser um drama (dramas vencem o tempo todo) e o filme já levou um Globo de Ouro. Será uma surpresa daquelas se o filme não levar o Oscar principal para casa, mas não será uma surpresa quando Frances McDormand ganhar o prêmio de melhor atriz, ela realmente domina o filme. Sam Rockwell e Woody Harrelson disputam o prêmio de ator coadjuvante, e olha que Harrelson tem poucas cenas. O filme tem um pouco de violência e uma quantidade absurda de palavrões, estou curioso para ver quais cenas serão exibidas no telão do Oscar (😁).



Na pequena cidade de Ebbing vive Mildred (Frances). Sua filha adolescente foi morta há alguns meses e até agora a polícia não prendeu ninguém. Mesmo com pouca grana, ela aluga três outdoors, no local onde a filha foi morta, deixando um recado para o respeitado chefe de polícia (Woody): ''Estuprada enquanto morria, E até agora ninguém foi preso, Como pode, chefe Willoughby?". As placas acabam colocando muita gente da cidade contra Mildred, do dentista local ao policial que adora espancar negros (Rockwell). Mas a mulher não fica só na defensiva, ela parte para o ataque, vez ou outra pinta uma cena engraçada por conta disso e ela ainda tem que evitar ser presa. É o tipo de comédia, de humor negro, que a Academia adora.


FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: three billboards outside Ebbing, Missouri
ANO: 2017
PAÍSES: reino unido, eua
DURAÇÃO: 1h 55min
DIRETOR: Martin McDonagh
ELENCO: Frances McDormand, Caleb Landry Jones, Sam Rockwell, Woody Harrelson e Peter Dinklage
ESTREIA BR: 15 de fevereiro de 2018
PRÊMIOS: indicado para 7 Oscars (melhor filme, atriz, atores coadjuvantes, trilha musical, roteiro original, edição)





1 comentário:

Pedro Wajsfeld disse...

Acabei de voltar do cinema desse filme. Torcendo muito contra ele. Achei bem ruim do meio pro fim. A permissividade com os personagens. Não gostei nem um pouco desse filme. Acho que essa é a primeira vez que eu descordo de você, e olha que acompanho o blog desde 2008!