4.8.17

em cartaz - PLANETA DOS MACACOS, A GUERRA


Essa trilogia me surpreendeu, eu gostei dos três filmes. Até certo ponto eles respeitam os filmes clássicos, nenhum fã pode reclamar. Tudo bem, eles mudaram a origem do Cesar, mas isso foi necessário, a trilogia, servindo de prequel, nos deu respostas que não encontramos no filme de 1968. GUERRA tá cheio de referências, traz até nomes famosos como Nova e Cornelius. E os efeitos especiais? Incríveis. Nos 3 filmes. Personagens digitais super realistas, eles estão vivos, não é só um filme com animação. Já passou da hora do Andy Serkis ganhar algum reconhecimento por esse trabalho.


- Meu ódio será a sua herança.


O filme começa fazendo um rápido resumo. Já se passaram 15 anos desde que um vírus geneticamente criado deixou o macaco do James Franco inteligente e começou a matar os seres humanos. Restam poucos humanos agora. Enquanto Cesar e seu povo tentam viver em paz na mata, o vírus se modifica e volta a atacar os humanos, eles começam a perder a capacidade de falar, de raciocinar. Humanos liderados pelo coronel Woody Harrelson atacam a casa dos macacos e Cesar perde alguns parentes. Os macacos partem numa longa jornada em busca de um novo lar, mas Cesar fica para trás. Cheio de ódio, ele quer matar o coronel. É o filme mais sombrio da trilogia, violento, os minutos finais são de tirar o fôlego.
Ainda resta aquela pontinha solta do primeiro filme, os tais astronautas que foram para Marte e desapareceram. A gente sabe no que isso vai dar, mas parece que a Fox não tem planos de fazer um quarto filme. Seria mesmo complicado, agora que essa trilogia transformou os macacos em mocinhos.













FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: war for the planet of the apes
ANO: 2017
PAÍSES: eua, canadá, nova zelândia
DURAÇÃO:  2h 20min
DIRETOR: Matt Reeves (cloverfield monstro, deixe-me entrar, planeta dos macacos o confronto)
ELENCO: Andy Serkis, Woody Harrelson, Steve Zahn, Karin Konoval e Amiah Miller
ESTREIA BR: dia 3 de agosto


NA POLTRONA

10 min - tragédia na família
30 min - adotada
1 hora - deixe meu povo ir

Sem comentários: