28.1.17

CHP CULT


E aí eu perguntei pro meu namorado, você já viu FOOTLOOSE? Ah, que pergunta boba, TODO MUNDO já viu Footloose. Mas ele disse ''não''. Peraí, fica pior. Ele me disse que viu o remake (2011). Hein?? NINGUÉM VIU aquele remake. Ele achou a história muito idiota e por conta disso nem sente vontade de ver o filme original, que, segundo ele, ''deve ser tão ruim quanto''. 

É claro que nunca fui atrás do remake. Quando eles dizem vamos fazer um remake, isso já mata uma parte da minha infância. E aí eles dizem que vão respeitar o filme original. E isso acaba tornando o remake duplamente desnecessário. Mas, ei, estamos aqui para falar de coisas boas, como o filme de 1984.

Kevin Bacon é um adolescente comum que se mudou para uma pequena e atrasada cidade norte americana, controlada pelo reverendo John Lithgow. Os adolescentes são proibidos de fazerem muitas coisas divertidas nessa cidade, como ouvir rock e dançar em público. O protagonista faz algumas amizades na escola e começa a lutar contra o sistema. Kevin Bacon se tornou um James Dean para uma nova geração, e ele também tem uns passos de dança super legais. Mas esse rebelde venceu usando o cérebro, os adultos usavam a bíblia como arma e o rapaz fez a mesma coisa (que religião é aquela afinal?).

O filme foi indicado para dois Oscars, os dois de melhor canção, a canção tema ''Footloose'' e ''Let's hear it for the boy''. Também tem ''Holding out for a hero'' da Bonnie Tyler e ''Almost paradise'' 💓, toma essa remake.
 

8 comentários:

Raul disse...

Tô achando que seu namorado está precisando de uma boa capacitação em cinema...

Que foto é essa do Chris Meloni??? Morrrriii!!!

Netopaes disse...

Depois de adulto que fui perceber o gesto que o amigo dele faz com a mão quando ele pergunta o que eles costumam fazer na cidade pra se distrair, huahua

Pietro disse...

Lição número 1 - Original >>> Remake.

Rafael Faria disse...

Alessandro, você já chegou a falar sobre "holding the man" aqui no blog? assisti e me apaixonei. Agora estou lendo o livro. Pena q nao achei versão impressa nem em inglês pra comprar, teve que ser formato digital mesmo.

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

eu vi esse filme mas ele não apareceu no blog ainda

Anselmo disse...

Obrigado, mas você pode guardar sua capacitação em cinema pra quem estiver interesado nela. Filmes pra mim sempre foram um passatempo, mais uma forma de diversão dentre tantas, e assim continuará a ser. Vejo o que tenho vontade e acima de tudo, aquilo o que me interessar. Nunca me senti na obrigação de ver filme A ou B por motivo algum, e não vai ser agora que isso vai mudar.

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

Hoje o Anselmo tá do mal, acontece rs

Raul disse...

Realmente...
Meu leve ton de ironia foi mal entendido.
Bem, c'est la vie...