27.5.16

CHP RARIDADES


Aposto que seu primeiro dvd fazia parte desta coleção. Eles eram baratinhos e estavam a venda em bancas de jornal. O quê? Dvd em banca de jornal? Já deixou de ser coisa de gente rica?
Essa é a coleção da revista ''Caras'', teve umas três ''temporadas'' e trazia ótimos filmes. Além de desenterrar algumas curiosidades. E, curiosamente, alguns discos substituíram meus VHSs de uma velha coleção da revista ''Caras'' também (eu não gostava daquelas caixinhas, eram abertas em cima, a fita pegava poeira). Então a gente comprava uma revista com duas ou quatro páginas, beeeem fininha, e, segundo a propaganda, a gente levava o dvd de graça. Você caiu nessa?

Havia uma série dividida em gêneros como ''ação'' e ''romance''. Os filmes românticos tinham uma caixinha rosa, comprei o ''Don Juan DeMarco'' do Johnny Depp. Gostava mais da música do Bryan Adams, o filme é meio ''para meninas''.

A coleção GOLD era mais interessante. Tinha todos os gêneros. Trazia filmes memoráveis como ''Trainspotting'', que hoje é um clássico. ''Sete anos no Tibet'', porque tinha o Brad Pitt cabeludo, e as meninas amavam o Brad Pitt cabeludo. E havia também um tele filme que ainda era inédito no Brasil - ''Desejo proibido'' (2000) é uma continuação de ''O preço de uma escolha'' (1996). Esses dois filmes mostram uma mesma casa, habitada por diferentes pessoas no decorrer dos anos. No primeiro filme (com Demi Moore), o tema era o aborto. No segundo, temos 3 casais lésbicos. Michelle Williams na década de 1970 e Sharon Stone, ao lado de Ellen Degeneres, nos anos 2000.

Outra série, ''grandes filmes em dvd'', trazia alguns filmes recentes. ''Meu vizinho mafioso'' e ''Os suspeitos'', do Bryan Singer. Interessante foi encontrar ''Diário de um adolescente'', com o carinha do ''Titanic'' dando uma de Christiane F (e tem um Marquinho Wahlberg no elenco também). Os dvds não costumavam trazer extra algum. Mas esse último filme trazia entrevistas com os atores e um desconcertante comercial de tv que fala do perigo das drogas, mostrando um bebê brincando com uma faca (brrr, não quero ver aquilo nunca mais).

Sem comentários: