21.4.16

POR ONDE ANDA ESSE FILME?


Ele já ganhou dvd e blu-ray lá fora. Mas eu não vejo PAGEMASTER desde a era do vhs. Tem problema? Não. Nenhum. O filme tinha vários furos, brincava de ''a história sem fim'', ''Alice no país das maravilhas'', e tinha aquele imperdoável final no estilo ''o mágico de Oz''. Hoje, eu o vejo de outra forma. O filme saiu de uma linha de produção, tudo que está presente no filme foi devidamente criado com segundas intenções ($$$).

Ok, vamos lá, o ator mirim do momento, Macaulay Culkin, precisamos dele. O garoto é meio medroso e o filme quer lhe ensinar o verdadeiro valor da coragem ou algo parecido. Aí ele bate de frente com um bibliotecário maluco, Christopher Lloyd, que parece mais um pedófilo, e vai parar num mundo de desenho animado. Faz amizade com alguns livros falantes (Whoopi e Patrick Stewart), sim, crianças adoram livros, o filme quer provar que livros podem ser divertidos (ironicamente, o filme virou um jogo para Super Nintendo, me lembro bem). 
Aí eles passam por vários mundos barra livros. ''O médico e o monstro'' (voz do Leonardo Nimoy), ''A ilha do tesouro'' e ''Moby Dick''. O velho mago disse que essa era a única maneira do garoto voltar para o mundo real. E aí, depois de enfrentar o dragão e fazer brotar um pé de feijão mágico de dentro do bucho da criatura (?!?!?), o menino encontra o mago novamente na porta de saída (velho safado, como chegou ali?). Aí o filme força a barra, e a nossa paciência, tentando convencer o garoto, e a gente, de que ele passou por tudo aquilo para aprender uma lição valiosa. Ele aprendeu a ter coragem. Sim, claro. Se você consegue encarar um dragão num mundo de fantasia, vai ser moleza saltar de bike por uma rampa e depois passar a noite na sua casa da árvore.
Era tudo que faltava na vida do pivete.
Certo, vamos voltar para 1994. Você era criança, você curtia a animação e nem ligava pro roteiro vamos-fazer-muito-dinheiro. Se o filme não te conquistou na época, agora é tarde.

2 comentários:

Anónimo disse...

Maravilhoso. E sempre olho pra esse filme com os mesmos olhos da época. Eu tinha apenas que me divertir com o filme e aprender alguns valores importantes. Apenas isso e ponto. O mundo por trás de Hollywood era algo que eu nem imaginava.
A Chave Mágica é outro filme que me deixava com olhos brilhando.

Mas isso foi rápido, no mesmo ano de 95, 5 garotas britânicas e 5 garotos americanos mudaram meu mundo.

Fernando F. disse...

Esse filme passava direto no SBT e eu adorava. Mas eu sigo a regra dos 15 anos, contada pelo Azaghâl do site Jovem Nerd ,que é o de NÃO VER, certos filmes que vc viu antes dos quinze anos, pq vc pode achar uma merda, e estragar sua infância hahahahah
Amo esse filme, mas não sei se tenho coragem de ver de novo