14.1.16

em cartaz - CREED - NASCIDO PARA LUTAR


O filme não se chama ''Rocky VII'', mas é uma continuação direta de ''Rocky Balboa'' (2006). E traz vários elementos da franquia, está tudo lá, até o tema musical pode ser ouvido. Parece que está fazendo uma homenagem ao clássico de 1976, tem até a cena da galinha. Sly pode ser apenas o coadjuvante (já ganhou um Globo de Ouro), porém, ele rouba os holofotes do Michael B. Jordan sempre que dá as caras na tela. Desta vez, ele não dirige o filme e nem assina o roteiro, e mesmo assim, CREED traz o gene da franquia no dna. É um filme para os fãs de longa data.


- Fica frio, vamos tocar eye of the tiger durante o treino.


Adonis Johnson já curtia uma boa luta antes de descobrir que era o filho bastardo do famoso Apollo Creed (Rocky I, Rocky II, Rocky III, Rocky IV). Ele foi adotado pela esposa do falecido lutador (hey, o ator ainda tá vivo...), cresceu e arrumou um ótimo emprego. Vez ou outra, ele vai até o México para lutar num ringue. Quando ganha uma promoção, resolve largar tudo, para a tristeza da sra Creed, para se tornar um boxeador profissional. Aí ele vai até a Filadélfia, ele quer ser treinado pelo lendário Rocky Balboa. Depois de convencer o velho, o treinamento começa e pintam algumas lutas, e logo todos descobrem que ele é filho de Apollo Creed. Ele estava tentando manter isso em segredo para não viver na sombra do pai.
E aí do nada, um campeão britânico (eu achei o ator meio gorducho pra ser um boxeador) resolve desafiar o rapaz apenas pela publicidade (isso lembra um pouco o sexto filme). Se você já viu os outros seis filmes da franquia, não espere por muitas novidades. Ainda assim, esse novo capítulo diverte bastante.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: Creed
ANO: 2015
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 133 min
DIRETOR: Ryan Coogler
ELENCO: Michael B. Jordan, Sylvester Stallone e Tessa Thompson
ESTREIA BR: dia 14 de janeiro de 2016
PRÊMIOS: indicado ao Oscar de ator coadjuvante (Sly)

Um comentário:

Francisco Almeida disse...

preguiça de pagar meu suado brl pra ver roky