7.1.16

DÊ UMA CHANCE PARA ...


VIRANDO A NOITE é um filme de 2015. É uma comédia meio confusa, com um tema bem interessante, que, pena, não foi muito bem explorado. É sobre swing, ou talvez não seja, tem uma surpresa lá no final.

Alex e Emily acabaram de se mudar para Los Angeles, com o filho pequeno RJ, e ainda não conhecem os vizinhos. O casal quer fazer amizades com outros adultos. Aí eles conhecem Kurt e Charlotte, o filho deles se aproximou de RJ num parquinho e Kurt convidou o casal para um jantar.
Depois de colocarem os meninos na cama, o jantar do quarteto se transforma numa festinha, com drogas e muito álcool. Alex e Emily resolvem topar todas, achando que os adultos em LA são mais descontraídos e tal. Aí pinta até ''nadar nu na piscina''. Aos poucos eles vão notando que Kurt e Charlotte são meio esquisitos, Kurt costuma pintar o ânus de seus amigos e até consegue vender os quadros em seguida.
Alex e Emily desconfiam que Kurt e Charlotte estão a fim de um swing, mas é difícil ter certeza e eles não querem parecer mal educados fazendo perguntas desse tipo.
Eu não vou dizer que tem nudez masculina no filme porque os dois atores usam próteses (mal feitas). O roteiro pede um cara de pau grande e outro de pau pequeno. Fiquei surpreso com a revelação no final. Não é um filme que vai agradar todo mundo.

1 comentário:

Pietro disse...

Assisti ontem, e sinceramente, até que gostei do filme, menos o final que ficou a desejar. Achei meio wtf após os "45min do segundo tempo"... Kurt e Charlotte tiveram todo um planejamento, sendo que, tecnicamente conseguiram chegar no objetivo, só que o final, aquela conversa no parque... achei sacanagem com Alex e Emily.