26.9.15

em cartaz - EVERESTE


É meio difícil dizer se esse filme é bom ou ruim. Bem, ele não é uma bomba, mas também não é o Cidadão Kane dos alpinistas. Eu acho que, se fosse um filme do Ron Howard, seria um verdadeiro épico. Com cenas de ação vertiginosas e momentos dramáticos que fazem a gente recorrer ao lencinho. EVERESTE é um filme calmo demais, quando pinta perigo não sentimos um calafrio, quando os alpinistas telefonam para casa a gente não se emociona (o drama vivido pelas famílias é coisa rápida lá no final), isso porque os diálogos não ajudam muito.
E aí você vai dizer, o filme foi baseado numa história real e a vida real é muito chata. Ok. Mas tem algumas coisas no filme que eu não entendi muito bem porque os diálogos são rasos demais, nem dá para conhecer melhor os personagens.


- Acho que esse é o dia depois de amanhã.


Ceerto, então o filme tem problemas com o roteiro. As cenas de ação também não trazem muita ação. O filme se arrasta por 121 minutos. Mas tecnicamente ele é ótimo, foi muito bem feito, é um filme apenas visual (e tem o Jake sem roupas). Ele não se aprofunda muito no drama e nem na ação. Um dia ele pode aparecer na sessão da tarde, com 40 minutos de duração, e ficar um pouco mais interessante. A trama se passa em 1996. Jason Clarke, Josh Brolin, Jake Gyll-o, Sam Worthington e alguns amigos, estão tentando escalar o Evereste. Eles são apanhados em cheio por uma forte nevasca e precisam fazer o impossível para fugir do local. Será que todos eles vão morrer? Não vale pesquisar na internet. Espere pelo dvd, apesar das belas cenas panorâmicas é mais confortável ver o filme em casa, no sofá. Sei lá, acho que eu esperava por algo parecido com ''Mar em fúria''. É tranquilo demais para ser visto como ''filme catástrofe''.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: everest
ANO: 2015
PAÍSES: reino unido, eua, islândia
DURAÇÃO: 121 min
DIRETOR: Baltasar Kormákur (dose dupla, 2013)
ELENCO: Jason Clarke, Sam Worthington, Keira Knightley, Josh Brolin, Jake Gyllenhaal e Robin Wright
ESTREIA BR: 24 de setembro

Um comentário:

Francisco Almeida disse...

Cara to escrevendo esse txt de dentro da sala do cinema, e me arrependo de não ter ido ver made runner (que temporada boa não). Só vim pq o IMAX tava barato hj.