8.7.15

5 CONTINUAÇÕES QUE A DISNEY JÁ DEVERIA TER FEITO, MAS...

AS CRÔNICAS DE PRYDAIN
São cinco livros que acompanham as aventuras de Taran no reino de Prydain. O filme de 1985 uniu os dois primeiros livros, mas ainda existem vários contos curtinhos, que foram publicados até 1999, que servem de ''universo expandido'' para os livros e tem até um prequel.


BERNARDO E BIANCA
Minha animação Disney favorita é baseada numa série de 9 livros. O filme de 1977 e o filme de 1990 só fizeram uso dos personagens. Nenhum dos 9 livros foi adaptado até hoje, a senhorita Bianca já viveu aventuras no polo sul e no oriente e o senhor Bernardo foi o protagonista dos dois últimos livros (1977/78).

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES
Depois de colocar a deusa Hera como mãe do herói (adultério num filme da Disney nem pensar) a coisa ficou complicada. Sem sua famosa arqui inimiga, Hércules nunca será obrigado a realizar os famosos doze trabalhos. Enfeitiçado pela deusa, o herói matou sua esposa Mégara e seus filhos, cumpriu os trabalhos para se redimir e depois se casou com Dejanira. O ciúme da moça causou a morte do rapaz. Tudo bem, no pós vida ele se casou novamente.


BASIL DA RUA BAKER
São 5 livros publicados entre 1964 e 1982. Basil viveu aventuras no México, no velho oeste, na Índia, e deu uma de Indiana Jones ao procurar por uma civilização (de ratos) perdida. O professor Ratagão está sempre por perto, mas a Disney matou o cara logo na primeira aventura.

ALICE ATRAVÉS DO ESPELHO E O QUE ELA ENCONTROU POR LÁ
ou simplesmente ALICE NO PAÍS DOS ESPELHOS
Essa foi a primeira animação Disney a faturar menos que o filme anterior. O desenho investiu demais nos números musicais e deixou muita coisa (maluca) de fora. Na continuação, Alice atravessa um espelho e descobre um novo mundo, como se fosse um tabuleiro gigante de xadrez, e conhece o famoso homem ovo Humpty Dumpty. Ele não é uma criação de Lewis Carroll, aparece em muitos contos infantis. Se Alice conseguir atravessar o reino, chegando no final do tabuleiro, ela se tornará rainha. Mas a gente ainda topa outra história do tipo ''foi tudo um (outro) sonho''??

1 comentário:

Anselmo disse...

Alice é o animado que menos gosto. Toda aquela atmosfera de caos e desordem do desenho me afligem de uma forma que nenhuma outra versão da história consegue. Não veria nenhuma continuação.
Adoraria ver outro ratinho detetive, lembro de ficar impressionado com a sequência das engrenagens do Big Ben, quando cgi em desenhos animados era novidade e forma de contar a história, não artifício pra animador deixar fazer o serviço.