14.5.15

ESTREIAS DA SEMANA


Num futuro apocalíptico, Max (Tom Hardy) vaga buscando vingança após a morte da esposa e do filho. No meio do deserto, ele conhece Furiosa (Charlize Theron), uma mulher que tenta desesperadamente voltar à sua terra natal. O filme retoma a franquia criada por George Miller em 1979.



Eduarda (Vanessa Giácomo) é uma ortopedista bem sucedida, casada com o produtor de eventos Marcos (Rafael Infante) há 10 anos. Devido ao desgaste do relacionamento, eles resolvem fazer uma terapia de casal. Durante as sessões, eles decidem se separar e Eduarda acaba conhecendo Leo (Marcelo Serrado), por quem fica interessada.



Eduardo foi criado num bairro da periferia de São Paulo. Sua infância foi em meio a brincadeiras nas ruas de Jardim Ângela e a boa educação dada por sua mãe Solange. Nada disso impediu que Eduardo traçasse o percurso que o levou a mergulhar no universo delirante e auto-destrutivo das drogas.



Formado por uma série de esquetes cômicas absurdas, o longa acompanha dois vendedores entediados com o mundo, que observam pequenas experiências cotidianas.


A GANGUE
Sergey, um jovem surdo-mudo, começa a estudar num internato especializado que abriga secretamente uma rede de crime e prostituição entre seus estudantes, "a tribo". Neste novo ambiente, ele é forçado a aceitar as duras regras da gangue e participa de vários assaltos, o que lhe garante o respeito dos colegas. Quando ele conhece Anna, uma das amantes do líder da gangue, ele acaba quebrando uma das regras veladas da tribo. Um filme rodado em linguagem de sinais e sem narração ou legendas, já que o amor e o ódio não precisam de tradução.



Terremoto atinge o Japão e deixa milhares de pessoas feridas. A pequena Haruna e seu irmão Sotha ficam órfãos, e são acolhidos pelos tios, que cuidam muito bem deles. Mas as crianças não conseguem se acostumar à vida sem os pais. Haruna tem problemas na nova escola, e Sotha não compreende que o pai e a mãe realmente se foram.


PRÓXIMAS ESTREIAS:

Crimes ocultos
Miss Julie
O vendedor de passados
Poltergeist o fenômeno
Um homem só

Sem comentários: