31.12.14

REVIEW 2014


E 2014 começou com o ''novo queer as folk'' na telinha. ''Looking'' é um tédio até chegar nos episódios finais, mas garantiu uma segunda temporada. E aí o Phillip Seymour Hoffman morreu, ok, muita gente morreu, não gosto de falar sobre isso nos reviews, mas foi a morte do Robin Williams que mais chocou. Ele estava deprimido e se matou. No final do ano, foi a vez do Roberto Bolaños (e eu só fiquei sabendo disso quase duas semanas depois).



A filha barra ex esposa do Woody Allen voltou a cutucar o pai barra marido publicamente. E ela não foi a única pessoa a sofrer abusos, Shia Labeouf postou um vídeo onde confessou ter sido molestado por um casal. Ele também foi preso e fez algumas outras coisas bem estranhas.
JK Rowling disse que se arrependeu de não ter casado o Harry Potter com a Hermione. E Annie Proulx se arrependeu de ter escrito ''brokeback mountain'', porque ninguém entendeu o conto (e o filme). ''BBM não é sobre Ennis e Jack, é sobre homofobia'', ela já está de saco cheio dos fãs que reescrevem a trama expandindo o romance dos dois rapazes.



Rolou beijo gay numa novela da Globo, o primeiro beijo ''oficial'', e não foi um efeito especial, como disse o meu pai. Ellen Page saiu do armário e os filmes passaram a estrear às quintas aqui no Brasil. 
O Oscar teve a sua maior audiência em 10 anos, e a famosa foto tirada pelo B-Coop bateu um recorde de repostagens e foi avaliada em 1 bilhão. Leo não ganhou o Oscar e ficou furioso no tuíter. ''Ninfomaníaca'' e ''Azul é a cor mais quente'' não ganharam versões em blu aqui no Brasil, preconceito medieval? Vazou na web o roteiro do novo filme do Tarantino, aí o cara, nervoso, desistiu do filme, depois voltou atrás, e depois disse que ia se aposentar em breve.
Quatro temáticos brasileiros passaram pelos cinemas em 2014, ''Hoje eu quero voltar sozinho'', ''O casamento de Gorete'', ''Do lado de fora'' e ''Praia do futuro'', o filme que esvaziou muitos cinemas pelo país.



Os Simpsons completaram 25 anos, voltaram ao Brasil, encontraram a família Griffin e ganharam um episódio feito de Lego. A série ''How i meet you mother'' chegou ao final, os fãs não gostaram do desfecho e pediram para que o episódio fosse reescrito. ''True blood'' e ''Breaking Bad'' também foram encerradas.
Tivemos 3 filmes do Hércules e 2 filmes do estilista Yves Saint Laurent em 2014. O diretor Bryan Singer foi acusado de estupro, mas depois descobrimos que o garoto já tentou dar esse golpe em outros famosos. 
Selfies ousados do James Franco. Zac Efron sem camisa em todo canto. Surgiram os goys, e uma variação disso, os spornossexuais e os Lumberssexuais. E também a teoria da mãe do Andy na trilogia ''Toy Story''.



O filme ''Frozen'', o filme mais gay da Disney, ensina as crianças a serem gays. Orlando Bloom deu porrada no Justin Bieber. O Batman completou 75 anos e o pato Donald 80. Muitos descamisados na ''brincadeira'' do balde de gelo. Alexis Arquette disse que fez sexo com o Jared Leto quando ainda era Alex.
Jolie e Pitt se casaram, e também o Clooney, o Neil Patrick Harris e o Elton John. Não pude ver ''as tartarugas ninja'', ''no olho do tornado'' e ''sin city 2'' nos cinemas porque só encontrei cópias 3D e barra ou dubladas.
Jennifer Lawrence é a atriz mais rentável do ano. E, pelo segundo ano consecutivo, Adam Sandler é o ator menos rentável. Renée Zellweger mudou de rosto e um skate flutuante foi inventado, a Nike prometeu que ainda vai fabricar os tênis que se amarram sozinhos.
Matt Bomer tirou uma casquinha do Mark Ruffalo na tv. 



Nick Jonas imitou o Marky Mark e depois ''virou'' gay num seriado de tv. E o Daryl de ''the walking dead'' quase ''virou'' gay também, os produtores já prometeram um homopersonagem para o próximo ano.
Minha coleção ultrapassou os 1900 filmes, abri um tumblr e o blog passou por algumas pequenas mudanças. O marcador ''homens'' completou 1000 postagens (deixa isso pra lá).
O trailer de ''Star Wars VII'' é o mais visto do ano, seguido pelo trailer de ''50 tons''. Os computadores da Sony foram hackeados, a Coreia do Norte ameaçou todo mundo por causa do filme ''a entrevista''. O filme foi cancelado, depois voltou e bateu recordes na web. Talvez não seja grande coisa, mas atiçou a curiosidade do mundo todo.
A Sony não sabe o que fazer com o Homem Aranha, talvez um acordo com a Marvel. A Xuxa foi despedida, Helena Bonham Carter se separou do Tim Burton depois de 13 anos (quem vai ficar com a guarda do Johnny Depp?) e a filha da Angelina Jolie quer ser tratada como menino. 


 

















OS MELHORES FILMES QUE VI EM 2014

Ela
Walt nos bastidores de Mary Poppins
O congresso futurista
A recompensa
X-men, dias de um futuro esquecido
O homem duplicado
Como treinar seu dragão 2
Uma aventura Lego
O teorema zero
O planeta dos macacos, o confronto
Guardiões da galáxia
Amantes eternos
Garota exemplar
Sob a pele
O abutre
O grande hotel Budapeste
No limite do amanhã
Interestelar



















MINHAS MAIORES DECEPÇÕES

O espetacular Homem Aranha 2
Robocop
Godzilla
Transcendence
Malévola
Noé
Versos de um crime
Drácula, a história nunca contada
Cavaleiros do zodíaco
Operação big hero 6
Transformers 4
Êxodo, deuses e reis
300, a ascensão do império
Operação sombra, Jack Ryan
Ninfomaníaca parte 2













PASSEI O ANO OUVINDO...

The moon song - Karen O (Ela)
Hooked on a feeling - Blue Swede (Guardiões da galáxia)
Everything is awesome! (uma aventura Lego)
Let it go - Idina Menzel (Frozen)
Creep - Radiohead (O teorema zero)
Tarzan boy - Baltimora (Um milhão de maneiras de pegar na pistola)

30.12.14

POR ONDE ANDA ESSE FILME?


FREIER FALL é um filme alemão de 2013. Passou pelo Brasil no mesmo ano, no Mix, com o nome de ''Queda livre''. Já existe um dvd e um blu lá fora. Eu encontrei um dvd importado (100 mangos, você tá louco?). O filme é o mais novo candidato à ''o novo Brokeback mountain'', já ouvimos isso várias vezes, e olha que as semelhanças com o filme de 2005 são muitas.
Marc é um policial que leva uma vida toda certinha. Sua esposa está grávida e sua carreira na polícia está decolando. O filme não tem pressa nenhuma nessa primeira parte, ele está apresentando a vida do personagem. Aí o cara começa a andar com outro policial, Kay, e do nada rola um beijo. Esse beijo de meio segundo deixa Marc confuso por longos minutos (de filme), até que ele resolve explorar esse mundo novo. A primeira cena de sexo dos dois lembra bastante BBM, depois, a coisa rola com mais calma e com romance.
Marc passa a ter uma vida dupla, com a esposa e o bebê durante o dia, e com Kay durante a noite. Não demora muito, a mulher começa a ficar desconfiada. Marc não quer perder ninguém e evita tomar uma decisão, deixando Kay chateado.
O clima começa a ficar pesado, Marc não sabe o que fazer, ele perde o controle que nunca teve sobre sua vida dupla e aí vem o final ... ah, o final, não é o final que você esperava ver... nem sequer tem cara de final.

FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: freier fall
ANO: 2013
PAÍS: alemanha
DURAÇÃO: 100 min
DIRETOR: Stephan Lacant
ELENCO: Hanno Koffler, Max Riemelt e Katharina Schüttler.

DIGA ''SIM'' ÀS DROGAS


Se você encontrar a versão de cinema, quem sabe? Quando O HOMEM SEM SOMBRA foi lançado em 2000, não se falava outra coisa na internet, o filme vai trazer uma cena de estupro. O mi mi mi foi tão grande, que a sequência foi cortada, da versão para o cinema, em alguns países. Ela reapareceu na versão em dvd. Não é uma sequência tão forte, tem apenas uma mulher na cena, mas pode revirar alguns estômagos. Essa sequência era mesmo necessária?
O filme é uma nova versão do livro ''o homem invisível'', de H.G. Wells, onde vemos um sujeito comum se tornar outra pessoa, quando as regras sociais deixam de valer alguma coisa para ele. Ele agora está invisível, pode fazer coisas que antes não faria, como roubar por exemplo. O homem invisível do Kevin Bacon decide violentar a vizinha, aproveitando o fato de que ele nunca será preso por isso.
Para dar uma amenizada no clima, e fazer de Bacon o vilão do filme, a trama nos diz que a fórmula da invisibilidade pode causar demência. Então o Kevin Bacon fica maluco e começa a atacar os amigos.
O filme marcou época por conta dessa polêmica cena e por conta dos efeitos especiais, devidamente indicados ao Oscar. Era incrível demais, a pele do cara some, fica tudo exposto, e por fim, os ossos desaparecem bem devagar. E por falar em exposição, tem Kevin Bacon peladão em vários momentos, esse cara adora tirar a roupa nos filmes.
O HOMEM SEM SOMBRA ganhou uma continuação em 2006, com o Christian Slater. Lançado diretamente em dvd, o filme não vale um caramelo.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: hollow man
ANO: 2000
PAÍS: eua, alemanha
DURAÇÃO: 112/119 min
DIRETOR: Paul Verhoeven (Robocop, o vingador do futuro, instinto selvagem)
ELENCO: Kevin Bacon, Elisabeth Shue, Josh Brolin e Greg Grunberg
PRÊMIOS: indicado ao Oscar de melhores efeitos especiais.

POR ONDE ANDA ESSE FILME?


Ele anda por aí. Foi lançado em dvd em 2002 e depois sumiu de vez, quem comprou comprou. BARRADOS NO SHOPPING é a parte dois da saga de Kevin Smith, você encontra as outras partes (''procura-se Amy, ''Dogma'' e ''Jay e Silent Bob contra atacam'') com facilidade, mas as duas primeiras partes (''o balconista'' e ''barrados no shopping'') são complicadas.
BARRADOS ... traz o diretor em sua melhor fase, com aqueles diálogos inspirados e engraçados. Stan Lee aparece fazendo o papel dele mesmo e respondendo a perguntas íntimas sobre certos super heróis, é impagável. O filme faz ligações com o ''Balconista'' trazendo Jay e Silent Bob de volta. Ben Affleck, Joey Lauren Adams e Jason Lee voltariam a se encontrar em ''procura-se Amy'', e Shannen Doherty (que já havia sido expulsa da série ''barrados no baile'') é a participação especial. É por causa dela que o filme tem esse título em PT.
Dois rapazes são dispensados por suas respectivas namoradas no mesmo dia e resolvem passar a tarde num shopping. Outros personagens estranhos são vistos no pedaço, tem um cara que passa o filme todo olhando para uma pintura (que tem uma imagem escondida) e o pobre coelho da páscoa. Eles participam de um ''namoro na tv'' que está sendo filmado no local e Kevin Smith se veste de Batman.
O filme até ganhou uma versão estendida quando completou 10 anos. Eu adoraria colocar as mãos num box do Kevin Smith, caso essa seja a única maneira de ter os dois primeiros filmes do cara na minha coleção.


FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: mallrats
ANO: 1995
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 94 min
DIRETOR: Kevin Smith
ELENCO: Shannen Doherty, Jeremy London, Jason Lee, Ben Affleck, Joey Lauren Adams, Jason Mewes, Kevin Smith e Stan Lee.
 

FUCK YEAH! ALEXANDRE BORGES


29.12.14

FUCK YEAH! MARKY MARK





DÊ UMA CHANCE PARA ...


Decepcionado com ''Big Hero 6''? Que tal correr atrás de um dos melhores filmes animados não-Disney da década de 1990? O GIGANTE DE FERRO é o melhor longa de animação que Brad Bird já dirigiu
Esse filme da Warner não sofre nenhuma restrição. Ele traz violência quando a trama fica pesada, o garoto do filme tem seu próprio rifle, algo impensável nos dias de hoje ... são os anos 1950, isso era normal naquela época.
O pequeno Hogarth vive sozinho com sua mãe, que trabalha fora. Ele adora HQs de ficção e um dia ele encontra um gigantesco robô que veio do espaço. Por conta de uma pancada na cabeça, o robô não se lembra de sua verdadeira missão. Ele é uma máquina de destruição em massa. No estilo ''ET o extra terrestre'', o garoto ensina boas maneiras ao robô e o mantêm escondido do exército norte americano. O sputnik acabou de ser lançado e o povo está apavorado, os russos podem atacar o país a qualquer momento. Esse clima tenso da guerra fria complica as coisas, os militares querem botar a mão no robô de qualquer maneira.
Assim como em ET, chega um momento em que os adultos tomam conta do filme e a coisa fica séria. O clímax é comovente e tem uma cena adicional lindona pra deixar você feliz no final. Amo demais esse filme. Virou cult e sua continuação ainda é uma lenda.

FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: the iron giant
ANO: 1999
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 86 min
DIRETOR: Brad Bird (ratatouille, os incríveis)
ELENCO DE VOZES: Eli Marienthal, Harry Connick Jr, Jennifer Aniston e Vin Diesel.
 

REBLOGANDO

video

Hoje me lembrei desse vídeo, caramba, janeiro de 2009. 
Não sinto saudades dessa franja.
Tava te devendo uma serenata, Anselmo.

dvd - OS SIMPSONS - 17ª TEMPORADA


Bem, nem preciso dizer que o melhor já ficou para trás. Na mais nova ''caixa cabeça'' temos o Sideshow Bob. Ele aparece em um dos episódios mais fracos da temporada. Poderia ter sido algo mais divertido, são os Simpsons na Itália, mas aí o vilão dá as caras, e agora ele tem uma esposa e um filho.
Outra coisa chata são os episódios com contos, o episódio ''história quase sem fim'' ganhou um Emmy, mas eu achei ele bem fraquinho. E agora tem contos de natal também.
O que se salva nessa temporada: quando um cemitério é construído ao lado da casa dos Simpsons, quando Marge e Bart se tornam grandes companheiros por conta de uma casa de chá, quando Lisa se disfarça de menino para poder ter aulas de matemática e quando a cidade discute se a evolução deve ou não ser ensinada nas escolas.
 











FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: the Simpsons
ANO: 2005-2006
TEMPORADA: 17
EPISÓDIOS: 22
DURAÇÃO: 22 min

blu-ray - PLANETA DOS MACACOS: O CONFRONTO


Outro filme na minha lista dos melhores do ano. Conseguiu ser melhor que o filme anterior, e a Fox ainda quer ver Andy Serkis no Oscar. O filme é todo dele, a captura de movimentos faciais é perfeita, o Cesar do primeiro filme tinha tantas expressões reais que parecia estar mesmo vivo, os olhos digitais eram incríveis (e olha que, nesse quesito, personagens digitais deixam a desejar).


Assim como no primeiro filme, temos um clima Disney barra Spielberg. Não é um filme pipoca, ele tem uma história legal para contar. Dez anos separam os dois filmes e os humanos sobreviventes da mortal epidemia, que começou nos créditos finais do filme de 2011, evitam os macacos, mas precisam entrar no território deles. Tem esse clima de tensão durante boa parte do filme, membros de ambos os lados querem evitar uma guerra, mas há personagens descontentes e violentos entre eles. Não sou fã de remakes e de reboots, mas estou adorando esses novos filmes, só o Tim Burton pisou na bola.
Acidentalmente comprei um blu3D, mas encontrei mais um disco lá dentro, um blu2D. O filme também está disponível em dvd e num combo: blu3D + blu2D + dvd.

blu-ray - O HOMEM DUPLICADO


O filme é de 2013, mas só chegou por aqui este ano, então eu digo assim, O HOMEM DUPLICADO é um dos melhores filmes de 2014. Assim como ''o teorema zero'', ''sob a pele'' e ''o congresso futurista'', esse filme não explica nada. Na verdade, os segundos finais complicam tudo, e você ainda leva um susto. Bem, coloque a culpa na tal sociedade secreta que quase nem aparece no filme, talvez a explicação esteja lá.


É claro que você também pode ir atrás do livro no qual o filme foi baseado. Talvez ele explique tudo. Eu não sei, tenho um problema com o José Saramago, será que a culpa é da tradução? (assim como nos livros do Paulo Coelho, não consigo ler muitas páginas. Ah, mas o PC é tosco mesmo). Quando vi o livro na minha frente, corri os olhos pela última página e vi que o final era diferente. E eu não trocaria o final maluco do filme por nada. E, é claro, tem Jake Gyll-o ao quadrado no filme, quer coisa melhor?
A diferença de preço entre o blu e o dvd é de apenas 10 reais.

28.12.14

ANIVERSARIANTE LOBO DO DIA

Joe Manganiello (38)
 

O DESAFIO DOS POUCOS SUPER AMIGOS


Até os anos 1990, era comum ver atores de tv migrando para o cinema, mas pouca gente fazia o oposto. Na virada do século, muitos atores de cinema descobriram a tv, fazer tv não era um retrocesso no fim das contas. Normalmente, a gente vê uma celebridade qualquer na tela grande uma ou duas vezes ao ano, e agora podemos vê-los na tv toda semana, o público adorou isso.
Mas o casamento entre o cinema e a tv não existe na Warner por alguma razão. O que aconteceu com ''dar para o público o que o público quer''? Quando ''Superman o retorno'' foi anunciado, começaram a dizer que a gente veria o Tom Welling no filme, no papel do jovem Clark Kent. Seria perfeito, ''Smallville'' estava fazendo muito sucesso na tv. Hoje nós temos o ''Arrow'' e o ''The Flash'', que estreou este ano, mas será que ainda vamos ver o Stephen Amell ao lado do Henry Cavill e do Ben Affleck (acho que ele não vai durar muito na franquia) na tela grande?
Eis o problema, a Warner não é uma grande e feliz família. Em 2018 teremos o filme do Flash. Se o seriado ainda estiver rolando, deverá estar na quinta ou sexta temporada. Mas na tela grande você vai ver o Ezra Miller, e não o bonitinho do Grant Gustin (hoje eu vi ele só de cuecas num beco, brrrr). 




Será que eles não entendem que a série pode ajudar o filme e vice e versa? No começo do ano, eles cancelaram o seriado da Mulher Maravilha (que já estava em pré produção), optando por apresentar a heroína no filme ''Batman V Superman'', como coadjuvante (fala sério, ela é tão poderosa quanto o Sups e não tem as fraquezas dele). A apresentação da moça pode prejudicar o ritmo do filme (opa, vamos ver três origens nesse filme).
Outra coisa chata são os reboots. Se o filme do Aquaman ... bom... naufragar, eles vão fazer um reboot. O reboot do Lanterna Verde vem aí, e eu acho isso uma péssima ideia. Solta um Lanterna Verde 2 com o Rey Rey (ou outro ator, tudo bem), com outro diretor, corrigindo os erros do filme anterior e pronto, ele já vai estar no ponto pro filme da Liga da Justiça.
A Warner está morrendo de medo, não quer fazer apostas arriscadas. Mas já acertou a mão em algumas coisas e deveria pegar essas coisas boas e uni-las num projeto qualquer. Se o Rey Rey estiver presente no filme da Liga como Lanterna Verde, as pessoas vão dar uma nova chance para o filme de 2011 (ou você prefere esperar pelo reboot de 2020?). Esse lance de abandonar filmes ruins, e começar tudo de novo, é um negócio caro, demorado, e nós já estamos cansados disso.


Minha Liga da Justiça

Superman - Henry Cavill
Batman - Ben Affleck
Mulher Maravilha - Gal Gadot
Aquaman - Alan Ritchson (o Aquaman de Smallville, mas o Jason Momoa já foi escalado)
Lanterna Verde - Ryan Reynolds (o povão quer Nathan Fillion)
Flash - Grant Gustin
Arqueiro Verde - Stephen Amell
Cyborg - Michael B Jordan
Canário Negro - Caity Lotz (falta mulher nessa equipe)

CHP - CURTAS TEMÁTICOS

27.12.14

LISTÃO DE FILMES - 2015


Carta selvagem, ação, com Jason Statham
The Vatican tapes, terror
Insurgente, foi rápido não?
Caçadores de emoção, o remake
Jogos Vorazes, o final
Busca implacável 3
Kingsman: serviço secreto
Poltergeist, o remake
O quarteto fantástico
Hitman: agente 47
Maze Runner: prova de fogo
Victor Frankenstein, terror, com Daniel Radcliffe e James McAvoy
Snoopy & Charlie Brown, peanuts o filme
Alvin e os esquilos 4, por favor, chega
Cinderela
Tomorrowland, um lugar onde nada é impossível
Caminhos da Floresta
Foxcatcher: uma história que chocou o mundo
Divertida mente
Mogli, o menino lobo
O bom dinossauro
Star Wars: o despertar da força
Pixels
007 Spectre
A travessia 
As aventuras de Tintim: os prisioneiros do sol
Orgulho e preconceito e zumbis
O destino de Júpiter
O coração do mar, ação, com Chris Hemsworth
Mad Max: estrada da fúria
San Andreas, ação, com Dwayne Johnson
Magic Mike XXL
Pan
The man from U.N.C.L.E.
50 tons de cinza
Jurassic World
Velozes e furiosos 7
Ted 2
Kung fu panda 3
Os Vingadores, a era de Ultron
Homem Formiga
O exterminador do futuro: genesis
Chappie, Hugh Jackman + robôs, de novo
A entrevista  ???
Grandes olhos
Invencível, dirigido pela Jolie
Sniper americano
Birdman ou (a inesperada virtude da ignorância)

DÊ UMA CHANCE PARA ...


Scarlett Johansson passou pelo blog várias vezes em 2014, resolvi encerrar o ano com ela. Em 2001, com 16 anos, ela esteve presente no filme GHOST WORLD - APRENDENDO A VIVER, pode esquecer a Viúva Negra, esse filme foi sua primeira adaptação de uma HQ.
''Mundo cão'' (aqui no br) é um gibi dos anos 1990, criado por Daniel Clowes. Ele mesmo escreveu o roteiro do filme e conseguiu uma indicação ao Oscar.
Enid e Rebecca terminaram o colégio e agora precisam encarar o mundo real, sem ânimo algum para isso. Elas sempre foram as esquisitas da escola, fazer faculdade, casar e ter filhos, isso é para os outros. Elas querem dividir um apê e esse é o único plano que elas têm no momento
Logo, Rebecca (Scarlett) percebe que não dá para viver para sempre na margem da sociedade. Para poder alugar um canto, ela resolve arrumar um emprego. Enid (Thora Birch) se recusa a amadurecer, ela não tem planos para sua vida e tenta manter tudo estagnado.
Um dia, elas passam um trote no Steve Buscemi (até o nome dele é feio) e depois Enid começa a conhecê-lo melhor e descobre que ele é um cara legal, enquanto sua amizade com Rebecca vai se desgastando.
Enid se recusa a deixar a adolescência e sofre muitas pressões durante o filme. Ela começa a magoar os amigos e não consegue mais continuar morando com o pai. Enid precisa dar um rumo para sua vida. No minuto final, ela toma uma decisão. 
O final do filme é espetacular.


FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: ghost world
ANO: 2001
PAÍSES: eua, reino unido, alemanha
DURAÇÃO: 111 min
DIRETOR: Terry Zwigoff
ELENCO: Thora Birch, Scarlett Johansson e Steve Buscemi
PRÊMIOS: indicado para o Oscar de melhor roteiro adaptado.

26.12.14

NADA DE OSCAR, MAS TUDO BEM











FUCK YEAH! STEPHEN AMELL


CHP CLASSIC


Muito cuidado com esse filme. Ele é um classicão, marcou época, é famoso, e cof cof já ganhou algumas paródias. Mas tem aquele humor sueco, daquela época, e você pode não rir de algumas coisas. É parte comédia e parte drama, e o diretor Ingmar Bergman quer passar uma mensagem. O SÉTIMO SELO (chamado de ''a obra prima do diretor'') é um filme com diálogos de teatro, o personagem principal quer descobrir qual é o sentido da vida e da morte, se existe um deus ou não.
Max Von Sydow, o exorcista do Exorcista, é um cavaleiro medieval que está voltando das cruzadas, atravessando a Europa dizimada pela peste. Numa praia, ele dá de cara com a Morte e a desafia para um jogo de xadrez. A Morte não poderá levar o cavaleiro se ele vencer, e o jogo vai durar todo o filme. Durante sua jornada, ele e seu pajem encontram outros personagens que se juntam a eles. Uma trupe de circo, um ferreiro, e sua mulher maluca, e uma moça que nunca abre a boca. Até a Morte participa dos momentos cômicos, mas perto do final a comédia vai embora. A lição é: ninguém escapa da Morte. O filme é uma comédia sombria, você precisa estar no clima certo.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: det sjunde inseglet
ANO: 1957
PAÍS:  suécia
DURAÇÃO:  96 min
DIRETOR: Ingmar Bergman
ELENCO:  Max Von Sydow, Gunnar Björnstrand e Bengt Ekerot.

DIGA ''SIM'' ÀS DROGAS


E de alguma forma, esse filme conseguiu conquistar uma legião de fãs. Não gosto de falar mal do David Lynch, mas caramba, dá pra ver que muita coisa aqui tá artificial demais. O cara colocou em CORAÇÃO SELVAGEM vários daqueles momentos malucos, e personagens estranhos, que podemos encontrar em algumas de suas produções, mas foi de um jeito forçado demais pro meu gosto. Talvez ninguém tenha notado esse tipo de coisa em 1990, algumas dessas estranhezas simplesmente não se encaixam em ponto algum da trama, mas o diretor empurra elas na frente da câmera sem desculpas. O filme não tem o clima certo.
Nicolas Cage é Sailor, um cara que está atravessando o país com a namorada Lula (Laura Dern). Eles estão fugindo da mãe dela. A mulher é louca e está envolvida com gente da pesada. Ela coloca um assassino de aluguel na cola de Sailor, para ter Lula de volta. Com seu carro conversível e seu casaco de pele de cobra, Sailor tenta chegar na Califórnia com Lula enquanto outros assassinos de aluguel são informados a respeito da recompensa.
Willem Dafoe e Isabella Rossellini são dois dos personagens estranhos que surgem pelo caminho. Quentin Tarantino faria um filmão com esse material.
CORAÇÃO SELVAGEM tem algumas doses de violência e de humor negro, bem negro. Sherilyn Fenn aparece numa pontinha, Sheryl Lee (a Laura Palmer de ''twin peaks'') pinta no final quando o filme não se preocupa mais com os seus próprios absurdos e aí temos um desfecho que é algo entre o romântico e o ridículo. O filme é a cara de sua época, só acho que envelheceu mal.











FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: wild at heart
ANO: 1990
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 125 min
DIRETOR: David Lynch
ELENCO: Nicolas Cage, Laura Dern, Willem Dafoe, Crispin Glover, Diane Ladd e Isabella Rossellini
PRÊMIOS: indicado para o Oscar de melhor atriz coadjuvante (Ladd).

em cartaz - ÊXODO: DEUSES E REIS


Esse filme já conseguiu um grande feito, nunca na minha vida, vi tantos erros históricos em um só filme. Hey, isso é Roliúdi, foi difícil desligar a parte lógica do meu cérebro para poder ver esse filme, isso porque ele ofende bastante os egípcios, uma civilização que eu adoro. Aí notei que não há egípcios no filme, são romanos vestidos de egípcios, é só dar uma olhada nos costumes. Resolvi pensar numa Terra alternativa. O filme é baseado na mitologia judaico-cristã e traz algumas pequenas mudanças, não sei se esse povo vai considerar isso ofensivo ou não. Assim como nos atuais filmes mitológicos, a participação das divindades na trama é bem humilde, como na Tróia do Brad Pitt, onde a gente só viu uma ninfa. Logo, Ridley Scott (que pena que não é o mesmo Ridley Scott de ''Gladiador'') fez um filme mais pé no chão. Fazendo o Moisés do Christian Bale ficar parecido com a Joana D'Arc da Mila Jojô.


 - Céus, espero que isso não vá parar na bíblia.

O filme já começa com um ritmo insuportavelmente lento. Moisés é um grande guerreiro e seu irmão Ramsés (o cinema parou de matar esse cara quando foi descoberto que o faraó morreu de velho com mais de 90 anos) é meio tapado (e o ator não é lá grande coisa). Os irmãos partem para uma batalha contra os ... klingons (?) e depois o filme entra no modo ''novela''. Moisés descobre a verdade sobre sua origem, ele é um hebreu. O cara deixa o Egito e o filme avança alguns anos. Ramsés se torna o novo faraó e Moisés se casa com uma mulher. Um dia, ele dá de cara com um menino fantasma de pavio curto. Apenas ele consegue ver e ouvir o menino (o que passa a ideia de que o garoto só existe em sua cabeça, digo, Moisés ficou maluco). No Egito, um desastre ecológico gera uma reação em cadeia que puxa uma praga atrás da outra (aí o filme começa a ficar legal) e o deus dos hebreus ganha um jeitão de vilão, como se fosse a Morte em ''premonição'', é assustador. Mais um pouco de novela e pinta o mar Vermelho, secando porque uma tsunami está a caminho. Esse clímax é incrível. É cinema catástrofe digital. Mas depois disso o filme enrola mais um pouco. A trama já é conhecida, ganhou algumas alterações, mas o roteiro é muito fraco. Seria mais fácil se fosse uma mini série de tv. Até o ''príncipe do Egito'' soube como investir nos personagens coadjuvantes (coitada da Sigourney). ÊXODO é um filme visual, e é só, sem conteúdo (4 roteiristas, isso era necessário?).
 

 

 FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: exodus, gods and kings
ANO: 2014
PAÍSES: reino unido, eua, espanha
DURAÇÃO: 150 min
DIRETOR: Ridley Scott
ELENCO: Christian Bale, Joel Edgerton, John Turturro, Sigourney Weaver e Ben Kingsley
DATA DE ESTREIA NO BRASIL: 25 de dezembro

25.12.14

ESTREIAS DA SEMANA

ÊXODO, DEUSES E REIS
Criado como irmão do faraó Ramsés, Moisés se volta contra o império egípcio para liderar o povo hebreu contra a escravidão e rumo a um novo lar, tendo como guia um deus em quem jamais acreditou.


 OPERAÇÃO  BIG HERO 6
Inspirado livremente em personagens dos quadrinhos da Marvel, o filme animado da Disney "Big Hero 6" se passa numa metrópole futurista chamada San Fransokyo, onde um garotinho chamado Hiro aperfeiçoa o robô Baymax, criado pelo irmão, para combater o crime ao lado de Go Go, Wasabi, Honey Lemon e Fred.


AS FÉRIAS DO PEQUENO NICOLAU
Nicolau, seus pais e a avó viajam para o litoral para curtir as férias de verão. Além de novos amigos, ele conhece uma garota, Isabelle, que ele acredita ser sua futura esposa.


OS CARA DE PAU
Adaptação para o cinema do seriado de mesmo nome, que conta as aventuras dos seguranças Pedrão e Jorginho.

PRÓXIMAS ESTREIAS

Simplesmente acontece
Uma noite no museu 3