30.10.14

ESPECIAL DO DIA DAS BRUXAS (ano 7)


Em 2011, o tema foi ''filmes clássicos''. Eu queria ter feito uma postagem maior, queria falar também sobre atores e diretores. Então resolvi fazer isso agora, mas você vai sentir a falta de alguém, porque a lista tem apenas 13 nomes. Por que 13? Ora essa, é Halloween...





1- Bela Lugosi
O mais famoso Conde Drácula. Nasceu como Be'la Ferenc Dezso Blasko, na Europa oriental, em 1882. Foi tenente de infantaria durante a Primeira Guerra Mundial e abandonou a carreira militar pra fazer cinema, seu maior sonho. Ele não falava muito bem o inglês mas se tornou cidadão norte americano em 1931. Quando faleceu em 1956, foi enterrado com seu famoso traje de Drácula, seu último desejo em vida.
Para ver agora: Drácula (1931), Assassinatos na rua Morgue (1932), Zumbi, a legião dos mortos (1932), A marca do Vampiro (1935), O Lobisomem (1941), Frankenstein encontra o Lobisomem (1943), Plano 9 do espaço sideral (1959).



2- Boris Karloff
William Henry Pratt nasceu em 1887, na Inglaterra. Ele foi escolhido pelo diretor James Whale para interpretar o monstro de Frankenstein, por conta de seus traços fisionômicos peculiares (sem maquiagem ele já é bem assustador), na primeira versão sonorizada do filme. Seu rosto ainda serviu de inspiração para o incrível Hulk nas HQs. Ficou famoso na pele do personagem embora tenha interpretado o monstro apenas 3 vezes. Faleceu em 1969.
Para ver agora: Frankenstein (1931), A noiva de Frankenstein (1935), O filho de Frankenstein (1939). Apenas a voz: A festa do monstro maluco (1967).



3- Christopher Lee
Sir Christopher Frank Carandini Lee nasceu na Inglaterra em 1922. Mudou a cara do Conde Drácula com um personagem mais sedutor, obscuro, arrogante, cruel e calculista. O ator é primo de Ian Fleming, o criador de James Bond, e foi o vilão do 9º filme do agente secreto. Voltou ''dos mortos'' com estilo na virada do século, em ''star wars'' e em ''o senhor dos anéis''. Durante os anos 80 e 90 ele passou a maior parte do tempo na televisão.
Para ver agora: Drácula, o vampiro da noite (1958), O cão dos Baskervilles (1959), Drácula, o príncipe das trevas (1966), A casa que pingava sangue (1970).



4- Zé do Caixão
José Mojica Marins, o mestre do terror brasileiro, também é famoso no exterior, onde ele é chamado de Coffin Joe. Além dos filmes, ele também já escreveu HQs de terror. Alguns de seus filmes você não encontra facilmente em dvd br. O cara se tornou mais famoso lá fora porque seus filmes foram proibidos no Brasil durante a ditadura militar. O personagem Zé do Caixão surgiu em 1963, num pesadelo de Mojica. O nome foi tirado de um carro da Volkswagen, que no Brasil recebeu o apelido de ''Zé do Caixão'', por ser todo quadrado.
Para ver agora: À meia noite levarei sua alma (1963), Esta noite encarnarei no teu cadáver (1966), O estranho mundo de Zé do Caixão (1968), O despertar da Besta (1970).



5- Lon Chaney
Nascido em 1883, filho de pais surdos-mudos, ele começou sua carreira no cinema mudo, como o Corcunda de Notre Dame e o Fantasma da ópera. Ele fabricava sua própria maquiagem. Era chamado de ''o homem das mil faces''. Entre 1912 e 1930, esteve presente em mais de 160 filmes, chegou a dirigir 7 curtas e cuidou da maquiagem de 4 filmes.
Para ver agora: O corcunda de Notre Dame (1923), O monstro (1925), Trindade maldita (1925), Vampiros da meia noite (1927).



6- Lon Chaney Jr
Filho do famoso Lon Chaney, Creighton Tull Chaney nasceu em 1906. Depois que sua mãe tentou se matar em 1913, ele foi parar numa instituição para órfãos e pais separados por determinação da justiça. Voltou a morar com o pai quando ele se casou novamente. Júnior sempre quis ser ator mas seu pai não aprovava isso. Quando Lon Chaney morreu em 1930, o rapaz começou a fazer cinema no ano seguinte. Chegou ao auge da fama em 1941, em ''O Lobisomem''. Ele também encarnou outros monstros durante sua carreira, como Drácula, o monstro de Frankenstein e a Múmia.
Para ver agora: O Lobisomem (1941), Frankenstein encontra o Lobisomem (1943), O filho de Drácula (1943).



7- Peter Cushing
Peter Wilton Cushing (1913-1994) foi o parceiro de Christopher Lee em vários filmes. Viveu o Dr Frankenstein 7 vezes, o Dr Van Helsing 2 vezes e também já foi o Sherlock Holmes. Em 1977 esteve presente no primeiro Star Wars, ele era o Grand Moffin Tarkin. E ganhou um olho gigante em ''top secret'' (1984).
Para ver agora: O carniçal (1975), A fera deve morrer (1974), Frankenstein e o monstro do inferno (1974), As noivas de Drácula (1960), ... E Frankenstein criou a mulher (1967).



8- Vincent Prince
Vincent Leonard Price Jr (1911-1993), o Mestre do Macabro, veio de uma família rica, fez teatro e migrou para o cinema em 1938. Ficou famoso nos anos 1950 quando começou a atuar em filmes de terror, muitos eram adaptações de contos de Edgar Allan Poe. Permaneceu no gênero até o fim de sua vida. Nos anos 1980, atuou em ''mansão da meia noite'' ao lado de Peter Cushing e Christopher Lee. Fez a narração do clip ''Thriller'' do Michael Jackson e fez a voz do professor Ratagão em ''As peripécias de um ratinho detetive''. Seu último filme foi ''Edward mãos de tesoura''.
Para ver agora: A mosca da cabeça branca (1958), O solar maldito (1960), A máscara da morte vermelha (1964), O abominável Dr Phibes (1971), O uivo da bruxa (1970).



9- Wes Craven
O diretor Wesley Earl ''Wes'' Craven (1939) deixou de ser professor para fazer filmes ... eróticos, usando outro nome. Naquela época, esses filmes eram bem curtinhos. Seu primeiro longa metragem pintou em 1972 e era um filme de terror, ''Aniversário macabro''. Em 1984 ele mudou a cara do terror com ''A hora do pesadelo'', com uma ajudinha de Robert Englund (o Freddy Krueger) e fez isso novamente em 1996, em ''Pânico'', com uma ajudinha do roteirista Kevin Williamson. Wes já dirigiu 29 filmes, entre eles, uma comédia e um romance, o restante é tudo terror.
Para ver agora: Aniversário Macabro (1972), Quadrilha de sádicos 1 e 2 (1977/84), O monstro do pântano (1982), A hora do pesadelo (1984), Quadrilogia Pânico (1996/97/00/11).




10- George A. Romero
O diretor George Andrew Romero (1940) é o pai dos zumbis. Em 1968, com apenas 100 mil dólares no bolso, ele lançou o aclamado ''A noite dos mortos vivos'', criando regras que são seguidas até hoje nos filmes de zumbis. E tinha um herói negro no filme, o destino do cara era uma crítica ao racismo. Mensagens desse tipo estavam sempre presentes em seus primeiros filmes de zumbis. Romero já dirigiu outros filmes de terror, mas sempre voltava para os zumbis, fazia um filme sobre eles a cada dez anos mais ou menos (68,78,85). Nos últimos anos lançou três continuações seguidas (2005/07/09), as duas últimas são bem fraquinhas.
Para ver agora: A noite dos mortos vivos (1968), O despertar dos mortos (1978), Dia dos mortos (1985), Terra dos mortos (2005).



11- Sam Raimi
Samuel Marshall Raimi (1959) também se arriscou nos cinemas com pouca grana no bolso. Ele ainda estava estudando cinema quando reuniu os amigos e dirigiu ''The evil dead''. O filme foi um sucesso e ganhou uma nova versão, ''Uma noite alucinante'', e uma sequência cheia de ação e comédia. Foi só em 2009, depois de dirigir a trilogia do Homem Aranha, que Sam Raimi resolveu voltar ao gênero do terror pegando pesado. ''Arrasta-me para o inferno'' é um filme que faz homenagens aos clássicos do terror, está cheio de clichês de propósito, mas nem todo mundo pescou a ideia.
Para ver agora: The evil dead (1981), Uma noite alucinante (1987), Uma noite alucinante 3 (1993), O dom da premonição (2000).



12- Tobe Hooper
Outro cara com pouca grana no bolso que fez maravilhas com a ajuda dos amigos. Em 1974, ''O massacre da serra elétrica'' entrou para a história como um dos melhores filmes de terror já feitos. Custou 140 mil e rendeu 40 milhões ao redor do mundo. Hooper se tornou o pai do gênero Slasher. Foi parar em Hollywood e investiu no terror. Em 1982 fez parceria com Steven Spielberg e dirigiu um dos grandes sucessos do cinema mundial - ''Poltergeist, o fenômeno''. Não foi muito bem sucedido na continuação de ''O massacre da serra elétrica'' em 1986, foi parar na televisão, dirigiu alguns poucos filmes nos anos 1990 e depois voltou para a tv. Vez ou outra ele dirige um episódio ou dois de algum seriado.
Para ver agora: O massacre da serra elétrica (1974), Pague para entrar, reze para sair (1981), Poltergeist o fenômeno (1982).



13- Clive Barker
Clive Barker (1952, Inglaterra) criou uma companhia de teatro em Londres quando tinha 21 anos. Ele mesmo escrevia as peças e o tema era o terror. As peças foram transformadas em livros e nos anos 1980 ele lançou a coleção ''Livros de sangue''. Os livros se tornaram best sellers nos isteites depois que Stephen King deu uma entrevista elogiando o trabalho de Barker. Seu terror tem boas doses de sangue, sexo e sadomasoquismo. Em 1987 ele escreveu e dirigiu ''Renascido do inferno (hellraiser)''. Também escreveu algumas das continuações e novos livros (19 entre 1985 e 2011). ''Hellraiser'' migrou para as HQs e vídeo games, já foram lançados 8 filmes e um remake do primeiro filme já foi prometido.
Para ver agora: Renascido do inferno (1987), Raça das trevas (1990).





Cassandra Peterson, Stephen King, Tim Burton, Dario Argento, John Carpenter, Maila Nurmi, Guillermo del Toro e Alfred Hitchcock.

4 comentários:

Fernando F. disse...

Alessandro, vc viu que a livraria cultura vai lançar, com exclusividade, um DVD br da Elvira? Sem extras, mas com dublagem, espero que a clássica.

Anónimo disse...

Eu adoro seu blog, sempre passo por aqui pra dar uma olhada pra ver se esta atualizado! Filmes e homens, quer pedir mais :v por favor, sempre continue!

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

valeu anônimo

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

estive na cultura hoje e peguei o dvd da Elvira na mão, mas faltaram dez mangos, porque eu já havia feito outra compra. Ainda não sei se vou comprar esse dvd, eu tenho o importado em casa, a dublagem clássica é tentadora.