4.4.18

livro - ORIGEM


Finalmente coloquei as mãos no ''novo'' livro do Dan Brown. Eu tava com pressa? Nem um pouco. Eu tinha uma teoria e ela se confirmou, o cara não sabe mais como escrever uma história original, todas as aventuras do Robert Langdon são iguais. Um dia, o personagem vai perceber isso, antes do autor (ah ah). Vejamos:

Temos um cadáver, sim.
Antes de morrer o cara deixou programada uma caça ao tesouro na forma de enigmas.
É preciso conhecer símbolos. Essa é a especialidade do Langdon.
O cara precisa fugir do local, barra das autoridades, e resolver o enigma em poucas horas.
Numa cidade turística de preferência.
Ao lado de uma mulher.
Um tira honesto está atrás deles.
Temos um vilão misterioso cuja identidade será revelada no final.
E ele tem um capanga peculiar.

A trama ignora o estranho final de ''Inferno'', o livro anterior, e decepciona bastante porque pouca coisa (realmente) acontece no livro inteiro. São poucos enigmas que puxam outros enigmas. Robert quer colocar on line a descoberta de seu amigo cientista, uma descoberta que vai abalar todas as religiões do mundo. E, no fim das contas, não foi nada de mais. Muita, muita enrolação até o segredo ser revelado para você e você vai dizer apenas ''nhé'' e depois ''ah, me poupe''.
O capanga peculiar é mal aproveitado e não fica muito tempo em cena.
Alguns personagens secundários se reúnem em segredo. Parece que algo grande vai acontecer nos bastidores. No final, outro ''nhé''. As revelações do livro decepcionam.


FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: origin
ANO: 2017
AUTOR: Dan Brown
PÁGINAS: 427
EDITORA: arqueiro




1 comentário:

Wagner disse...

Já nem consegui ler "Inferno"... tudo muito igual...
Passo