6.4.18

em cartaz - COM AMOR, SIMON



Você já viu esse filme, dezenas de temáticos canadenses são parecidos com COM AMOR, SIMON. Mas este filme vem dos isteites, está sendo exibido na tela grande, até no Brasil. E ninguém por aqui vai deixar a sessão, o filme é bem educadinho, não ofende ninguém. A trama é bem antiquada e o clima é de seriado de tv teen. Na verdade, lembra muito Dawson's creek, os adolescentes são espertos, os diálogos bem escritos. O filme é baseado num livro que já tá nas lojas brasileiras com o poster do filme na capa.



Simon sabe que seus pais são liberais (Jennifer Garner e o sempre sexy Josh Duhamel), mas ainda assim não tem coragem de sair do armário. Tem um gay assumido em sua escola e ele é motivo de gozação. Através da internet Simon descobre que tem outro gay no pedaço, ele assina sua confissão como Blue. Simon entra em contato com Blue, os dois passam a trocar imeios, e um acaba encorajando o outro. Simon tenta desesperadamente descobrir quem é o tal Blue, ele está se apaixonando pelo cara. O rapaz toma algumas decisões erradas e corre o risco de perder seus melhores amigos. Com eu disse, trama antiquada de sair do armário, mas tem umas inovações. Simon quer saber por que ele precisa sair do armário, héteros não precisam sair do armário. E tem também um toque de comédia romântica anos 1990 estilo Barrymore. É um filme bem divertido.



FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: love, Simon
ANO: 2018
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 1h 50min
DIRETOR: Greg Berlanti
ELENCO: Nick Robinson, Jennifer Garner, Josh Duhamel, Katherine Langford, Alexandra Shipp, Logan Miller e Keiynan Lonsdale
ESTREIA BR: 5 de abril



7 comentários:

Anónimo disse...

Até vc elogiando, Alessandro? Hahahahah achei o livro bem chato, não achei que fosse ficar melhor na tela grande. Mas repito o que já disse aqui no blog antes. 'Apenas um garoto'é o melhor livro com adolescente gay, espero que esse seja adaptado.

Fernando Reis disse...

Gostei bastante do filme: romântico, inocente, pais perfeitos, amigos compreensíveis...
Mas quer saber? De vez em quando a gente pode imaginar um mundo perfeito e se jogar dentro da história, sentindo as dores e os amores do protagonista.
Vale a pena o ingresso!

Latinha disse...

O filme é bacana, mas ficou bem diferente do livro na minha opinião! Acredito que no livro as histórias paralelas são dispensáveis, no filme elas funcionaram bem. Em compensação, a troca de e-mails que é o ponto alto do livro, ficou em segundo plano no filme...

Ah! O livro tem um final diferente também! ;)

No mais, ficou um filme bem didático para ver com a família...

Abração.

Anónimo disse...

Se tratou de uma adaptação, pessoal. Assim como tudo que vai para as telonas. É inconcebível colocar as mesmas coisas das páginas originais.
Aliás, ótimo filme :)

Firewest disse...

Qual temáticas canadenses que vc citou? Quero nomes para assistir!

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

existem muitos filmes legais que já estão disponíveis em dvd por aqui, como 'um toque de rosa', 'uma família bem diferente', 'c.r.a.z.y.' ou 'mambo italiano'

Firewest disse...

Vou assistir os filmes que vc citou!