5.3.18

OSCAR 2018


Dois baldes de pipoca e um litro de energético para ficar acordado até o final (e zero comerciais da Trivago na tv a cabo, um milagre). Foi a primeira vez que eu e o Anselmo (morando aqui desde agosto) vimos o Oscar juntinhos. E foi uma noite metade previsível metade surpresa. Guillermo del Toro venceu como diretor e seu filme foi o campeão da noite, um filme de fantasia, legal. Entre os quatro atores, a surpresa foi ver o Sam Rockwell vencer. O diretor de ''Corra'' se tornou o primeiro negro a ganhar o prêmio de melhor roteiro original. Não faltaram piadas sobre Harvey Weinstein e sobre o erro do ano passado (agora os envelopes trazem o nome da categoria em letras garrafais). Rolou um prêmio, um jet ski, para o discurso mais curto e Tobe Hooper, assim como Adam West, ficou de fora do ''in memorian''.



 Memes chegaram na velocidade da luz


E a diversidade rolou solta, muitas mulheres, gays, estrangeiros e negros fazendo a festa na terra do tio Trump. Um filme chileno, estrelado por uma trans, levou um Oscar. E quando ''Viva, a vida é uma festa'' levou o prêmio de melhor animação, dois gays subiram no palco e mandaram um oi pro marido (ele) e pra esposa (ela), foi legal. Veja a lista completa dos vencedores.



 Melhor filme

“A forma da água”


Melhor diretor

Guillermo del Toro, “A forma da água”


Melhor ator
Gary Oldman, “O destino de uma nação”


Melhor atriz

Frances McDormand, “Três anúncios para um crime”


Melhor ator coadjuvante
Sam Rockwell, “Três anúncios para um crime”


Melhor atriz coadjuvante
Allison Janney, “Eu, Tonya”


Melhor animação
“Viva – a Vida é uma Festa”


Melhores efeitos visuais

“Blade Runner 2049”


Melhor roteiro original
“Corra!”


Melhor roteiro adaptado

“Me chame pelo seu nome”


Melhor fotografia

“Blade Runner 2049”


Melhor edição

“Dunkirk”


Melhor edição de som

“Dunkirk”


Melhor mixagem de som

“Dunkirk”


Melhor figurino

“Trama Fantasma”


Melhor maquiagem e cabelo

“O Destino de Uma Nação”


Melhor trilha sonora

“A forma da água”


Melhor design de produção

“A forma da água”


Melhor canção

“Remember me” (“Viva – A vida é uma festa”)


Melhor documentário

“Icarus”


Melhor documentário curta

Heaven Is a Traffic Jam on the 405


Melhor curta

“The silent Child”


Melhor curta de animação

“Dear Basketball”


Melhor filme estrangeiro

“A fantastic woman” (Chile)

2 comentários:

Anónimo disse...

"dois gays subiram no palco e mandaram um oi pro marido (ele) e pra esposa (ela)"

Quem são?

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

Darla K Anderson (produtora) e Adrian Molina (roteirista)