24.2.18

em cartaz - PEQUENA GRANDE VIDA


O primeiro trailer faz a gente pensar numa curiosa comédia. O último trailer mostrou que o filme tem um pouco de drama. É difícil pra um estúdio vender um filme que não tem um gênero ou público alvo definido. PEQUENA GRANDE VIDA já recebeu críticas ruins, o filme gera um certo desconforto porque muda de rumo, de gênero. Está dividido em três atos distintos, você começa vendo um filme, que muda pra outro, e termina vendo outro. Às vezes, isso não fica legal na tela.




Matt Damon e a esposa decidem passar pelo processo de encolhimento, que poderá salvar o planeta. Gente pequena come menos e gera menos lixo. Eles irão morar numa cidade pequena onde um dólar vale mil. Lá todo mundo vive como milionários, o casal está passando por problemas financeiros (nem conseguem comprar uma casa nova), o plano é perfeito, é impossível voltar ao tamanho normal, mas eles topam a experiência.

No último minuto a esposa se apavora e desiste. Matt, que já foi encolhido, passa a morar sozinho. Não demora muito, ele se aproxima de uma faxineira vietnamita e descobre um novo mundo: pessoas pequenas, mas pobres, que vivem do lado de fora do muro que cerca a cidade rica. Aí o filme ganha um clima político, tipo anti-Trump. Matt passa a ajudar os mais necessitados com seu pouco conhecimento de medicina. Depois o filme muda de rumo mais uma vez, ficando mais dramático e até apocalíptico. É uma montanha russa de emoções, você entrou no cinema para ver uma comédia e ''errou o caminho''. Tá certo que muita coisa salva o filme, mas será mais confortável vê-lo em casa, no sofá.


FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: downsizing
ANO: 2017
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 2h 15min
DIRETOR: Alexander Payne
ELENCO: Matt Damon, Christoph Waltz, Hong Chau, Kristen Wiig e Udo Kier
ESTREIA BR: 22 de fevereiro de 2018


NA POLTRONA

10 min - Dawson's creek
30 min - como conheci sua mãe
1 hora - pequenópolis

 

Sem comentários: