12.7.17

CHP CULT


Um filme curto, sem grandes expectativas, história rasa, baratinho.
Um sucesso de bilheteria, Globo de Ouro, Oscar, muita gente (eua) se inscreveu em academias de dança após ver o filme. E a trilha? He's a dream, Lady lady lady, Gloria, Maniac, What a feeling ... O LP vendeu 700 mil cópias em duas semanas. As coreografias, o balde d'água, cenas memoráveis.

Jennifer Beals ainda atua, faz vários filmes por ano, na maior parte do tempo está na tv, ela já passou por ''The L word'' (opa, o seriado vai voltar). O diretor Adrian Lyne anda paradão, mas dirigiu sucessos como ''Proposta indecente'', ''Atração fatal'' e ''9 1/2 semanas de amor''.

Hoje, FLASHDANCE pode ser visto como um filme super feminista. A personagem Alex trabalha como soldadora durante o dia e como dançarina durante a noite. Ela quer ser uma dançarina profissional mas não aceita a ajuda de ninguém, briga com o namorado por causa disso. Se veste como homem, tira o sutiã por baixo da roupa pra se sentir confortável e brinca com o pênis do namorado dentro do restaurante (caramba, quantas vezes eu já imitei esse filme??). Pena, não existe uma versão estendida. A história da personagem Jeanie merecia um final mais alegre.
O estúdio cogitou uma continuação ainda nos anos 1980, mas a ideia não vingou.
 

Sem comentários: