29.6.17

netflix - OKJA


Eita, esse foi um filmão, é divertido, tem ação, tem drama, e uma história legal. Um dos melhores filmes do ano, deveria ser exibido nos cinemas (aí o povo em Cannes calaria a boca). Eu gostaria de tê-lo em dvd, filmes anteriores de Joon-ho Bong já ganharam dvd por aqui, filmes excelentes como Mother (2009) e o Hospedeiro (2006). OKJA é um filme do tipo "um menino e seu cachorro", mais puxado para "a teia de Charlotte'', é mágico no início, depois fica meio pesado, no final você vai precisar de um lencinho.

O filme começa em 2007, a empresa de Tilda Swinton, a Mirando, criou uma raça de super porcos para acabar com a fome no mundo. Vinte e seis fazendeiros ao redor do planeta receberam um filhote de super porco para criar. Os animais serão revelados ao mundo em 2017, quando deverá acontecer um concurso de beleza de super porcos em niuiorqui. Na Coreia, a garotinha Mija vive com o avô nas montanhas, ao lado de seu super porco, uma porca que ela chama de Okja. O animal é incrivelmente inteligente, todos eles são (e ninguém no filme parece notar isso, além da menina). Mija foi enganada por seu avô, ele disse que havia comprado Okja e que ninguém a levaria embora, aí o garoto propaganda da Mirando (Jake Gyll-o) aparece na fazenda e leva Okja com ele. A porca vai passar uma noite em Seul antes de partir para niuiorqui. Sozinha, Mija parte para o resgate (correndo contra o tempo porque o destino de todo super porco é virar bacon em abatedouros). Ela vai ter a ajuda de um atrapalhado grupo de defensores de animais.
Os minutos finais são tensos e dramáticos. Há uma cena pós créditos também. 


Sem comentários: