13.5.17

em cartaz - ALIEN COVENANT


Incrível como esse filme conseguiu acabar com toda a magia de ''Prometheus''. Explicando tudo, revelando o destino dos personagens do filme de 2012 (você não vai gostar), trazendo um roteiro bem raso ao lado de cenas de ação, pouco terror, muito sangue = apenas mais um ''Alien'' ... O filme até tenta dar um novo gás para a mitologia criada em ''Prometheus'', mas é difícil investir numa sci-fi cerebral quando boa parte do filme faz uso de uma fórmula que já foi explorada até a exaustão.


Um parto complicado


A trama se passa dez anos após ''Prometheus'', e vinte anos antes de ''O oitavo passageiro''. A nave Covenant está levando colonos, congelados e embriões, até um planeta que será colonizado. O sintético Walter (Michael Fassbender) é uma versão mais atual do androide do filme anterior, David (ah, Fassbender fabricado em série = sonho de consumo), ele desperta a tripulação da nave após um acidente com as velas solares. Os colonos captam uma transmissão de origem humana vindo de um planeta não mapeado. O planeta tem ótimas condições para a vida, então eles decidem dar uma olhada, ninguém quer voltar pro congelamento por mais sete anos. Entre eles está um homocasal, uma surpresa. O planeta (na verdade é uma lua) é o nosso velho conhecido, o LV-426. Não demora muito, os colonos encontram um sobrevivente do filme anterior.
James Franco aparece numa ponta minúscula e Michael Fassbender vai fazer uma coisa ... bem interessante ... O final é tenebroso, mas é previsível. Além de amarrar pontas soltas do filme anterior, ALIEN COVENANT não traz nenhuma inovação para a franquia (apenas a origem do alien como o conhecemos), não é um filme imperdível. 














FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: idem
ANO: 2017
PAÍSES: eua, australia, nova zelândia, reino unido
DURAÇÃO: 2h 2min
DIRETOR: Ridley Scott (embora não pareça)
ELENCO: Michael Fassbender, Katherine Waterston, Billy Crudup, Danny McBride, James Franco e Guy Pearce.
ESTREIA BR: 11 de maio
 

NA POLTRONA

10 min - gravidade
30 min - velho planeta novo
1 hora - doutor Frankenstein
 

Sem comentários: