26.3.17

dvd - INVASORES DO ESPAÇO


Vinte clássicos da ficção científica dentro de uma caixa. Ok, tem alguns clássicos no pacote sim, mas também alguns filmecos B e Z que foram resgatados. E vale a pena conhecer alguns deles. Eu vou comentar cada um dos filmes nesta série de 10 postagens. No primeiro disco temos o primo do Godzilla e estrelas olhudas.



GAMMERA, O MONSTRO INVENCÍVEL (1965)
Assim como aconteceu com o Godzilla, este filme é um ''remake'' norte americano. Eles pegaram o filme original japonês e colocaram enxertos com atores norte americanos, além de dublar o elenco original. Uma explosão atômica desperta Gammera, a tartaruga pré histórica gigante que estava hibernando no gelo há milhões de anos. Enquanto Gammera está destruindo o Japão, o elenco norte americano aparece em cenas dentro do prédio da ONU. Essa versão americanizada do filme quer convencer a gente de que, o plano para eliminar Gammera, veio da ONU e não dos japoneses. Mas são os japoneses que vão atrair Gammera para dentro de um foguete e mandar o bicho para Marte. E isso não vai ser nada fácil, o bichão consegue esconder a cabeça, a cauda e os membros, no casco. E aí ele começa a girar e sai voando como um frisbee. 
Vemos um ator fantasiado destruindo uma cidade de papelão e isopor, tem coisa mais divertida?
 


O ALERTA DO ESPAÇO (1956)
Esse filme é 100% japonês, apesar do dvd estar dublado em inglês. E desta vez a ONU, ou o Conselho Mundial, não faz muita coisa, eles não acreditam na história fantástica dos japoneses. Lá vamos nós, pior fantasia de alienígena que você já viu na sua vida. Essas estrelas com um olho na barriga vieram de um planeta irmão da Terra, ele fica na mesma órbita, mas está sempre do outro lado do Sol, porque gira na mesma velocidade que nós. Não sabemos da existência desse planeta, mas eles nos conhecem muito bem. As estrelas assumem a forma humana e pousam no Japão, os terráqueos (japoneses) precisam ser alertados. Um planeta errante está vindo, de fora da galáxia, e vai colidir com a Terra, ah, eu adoro a astronomia dos filmes desta época. Jogar bomba atômica no tal planeta não resolve. A única esperança da Terra, ou de Tóquio (não sei por que foi evacuada, pra onde eles foram???), é um cientista japonês que criou uma arma muito mais potente que a bomba atômica. E apenas as estrelas têm tecnologia para manipular essa coisa sem explodir o universo durante o processo.
 

Sem comentários: