30.10.16

chp apresenta


ESPECIAL DE DIA DAS BRUXAS
(ano 9)


Wow, nove anos. E mais uma vez estou aqui, tirando meu boneco do Jack da cripta, para ilustrar o especial de Halloween. Infelizmente, a postagem não ficou como eu queria. ANIMAÇÕES DE TERROR, existem várias, muitas são japonesas. O problema é que a grande maioria nunca ganhou um dvd nacional. Como posso indicar filmes que você não vai encontrar por aí? (bem, muitos foram lançados em vhs, mas...). Então a minha lista sofreu alguns cortes e ficaram apenas as animações que já ganharam dvd por aqui. Vamos lá.




A FESTA DO MONSTRO MALUCO

Animação em stop motion (ih, tá cheio de stop motion aqui hoje) de 1967. Boris Karloff faz a voz do dr Frankenstein. Ele é o líder de todos os monstros do mundo. Quando decide se aposentar, resolve revelar seus segredos para um sobrinho que nunca conheceu, Felix, que é apenas um humano comum. Isso deixa os monstros revoltados. A secretária do doutor, a sensual Francesca, faz um pacto com o conde Drácula, eles vão tentar eliminar o pobre Felix. O monstro de Frankenstein e sua esposa também estão de olho no legado do doutor.
A animação é meio pobre, dá pra ver alguns fios de sustentação no dvd, e no último minuto você se depara com a piada mais insana do filme.



O CORCUNDA DE NOTRE DAME

Aposta arriscada da Disney. A obra de Victor Hugo sofreu várias alterações. Onde foi parar a esposa do capitão Febo? Quasímodo jogando Frollo do alto da catedral? Esmeralda reencontrando sua mãe? Frollo apunhalando Febo? O corcunda e o capitão só sentiam atração pela cigana, apenas Frollo sentia amor por ela. Aí o estúdio colocou aquelas gárgulas no filme para amenizar o conteúdo. Elas são inúteis, a trama não precisa delas. O filme vale a pena pelo visual e pela trilha musical.



O CALDEIRÃO MÁGICO

Disney novamente. O filme foi baseado numa série de livros (são seis livros, o ''caldeirão negro'' é o terceiro). O estúdio nem pensa em fazer prequels ou continuações e a princesa Eilonwy nem tá na lista oficial das princesas. Já viu o filme em inglês? O pessoal tem sotaque britânico, mas falam no inglês norte americano (e o Gurgui parece o Gollum falando). O filme tem dragões, mortos vivos, um duende, um vilão que dá medo, bruxas, e o Tim Burton fazia parte da equipe de animadores. Ih, tá cheio de Tim Burton aqui hoje.



A RATINHA VALENTE

Don Bluth pegou pesado nessa animação de 1982. Nem o corvo do Dom DeLuise consegue aliviar o clima. A ratinha, senhora Brisby, precisa mudar sua família de lugar antes que um trator passe por cima de sua casa. Mas seu filho caçula está doente e não pode sair da cama. Desesperada, a viúva vai atrás de uma coruja assustadora, para pedir ajuda. E aí ela descobre que seu falecido marido escondia muitas coisas tenebrosas.



9, A SALVAÇÃO

O boneco 9 desperta para a vida e encontra um mundo devastado pela guerra (um futuro alternativo da Primeira Guerra Mundial). A raça humana não existe mais e as máquinas são as donas do pedaço. O filme começa cheio de perguntas e o primeiro diálogo demora um tempão pra aparecer na tela. Essa produção (com cenas de morte) do Tim Burton (viu só?) não ganhou uma classificação livre nem no Brasil. É um filme que precisa ser redescoberto. Foi baseado num curta metragem, indicado ao Oscar, que está presente nos extras do dvd.



FESTA NO CÉU

O dia de finados tá chegando e vai rolar a maior festa lá no México. Aqui no Brasil os velórios são incrivelmente deprimentes, o pessoal só visita os cemitérios para chorar. Quer dizer, esse filme traz um grande choque cultural. O título br até tenta ajudar a criançada, mas o tema do filme não é nenhuma festa no céu, e alguns protagonistas vão morrer, morrer de verdade. O filme tem um visual único, de encher os olhos, os personagens foram baseados em marionetes. Apesar das canções em inglês (Radiohead? Sério?) o filme é puro México. Exagerado demais? Não sei se os mexicanos curtiram o filme.



O ESTRANHO MUNDO DE JACK

É cult e nunca vai sair de moda, já conquistou até o Japão. O filme foi baseado num poema que o Tim Burton escreveu enquanto ainda trabalhava na Disney. O estúdio quis fazer uma continuação, em cgi, em 2001, mas o diretor não topou. O filme já ganhou várias edições especiais em dvd no Brasil, mas todas elas trazem a nova versão da dublagem. A dublagem clássica do vhs se perdeu. Azar do Alessandro aqui, que já havia decorado a letra das canções. Ver esse filme no Halloween é tradição, assim como ver ''a felicidade não se compra'' no natal.




A NOIVA CADÁVER

Burton de novo. Desenhou os personagens e co-dirigiu o filme. Tem Johnny Depp, Helena Bonham Carter, Christopher Lee e Danny Elfman, é um Tim Burton clássico. Lembra bastante ''Beetlejuice''. Temos o mundo dos vivos, sem graça e com poucas cores, e o mundo dos mortos, alegre e colorido (percebeu esse tipo de contraste em ''Edward mãos de tesoura''?). Um verme que é a cara do Don Knotts, por alguma razão, e uma protagonista com uma história bem trágica (e o filme conseguiu uma classificação livre!!!). Marca registrada do diretor: um cachorro morto (apenas os ossos desta vez).




CORALINE E O MUNDO SECRETO

O filme consegue ser mais legal que o livro, no qual foi baseado (Neil Gaiman), e foi dirigido por Henry Selick (o estranho mundo de Jack). Classificação livre? Eu o vi no cinema e fiquei com medo da Outra Mãe, uma ótima vilã, com seus olhos de botões. Eu amo a trilha musical, não existe nada mais macabro que um coral infantil. Sinto muito Dakota Fanning, mas a dublagem brasuca tá de parabéns.




PARANORMAN

A gente logo pensa em ''O sexto sentido'', mas existe uma boa explicação pro estranho dom do garotinho (e nenhuma explicação pro seu estranho penteado). O filme mistura stop motion com animação clássica e computação gráfica. Tem um homopersonagem na trama (teve gente que fez boicote), e menciona o assassinato de uma garotinha, acusada de ser uma bruxa. É um filme que os adultos vão curtir, faz muitas referências a filmes clássicos de terror e de ficção, inclusive HQs dos anos 50/60. Termina com uma divertida canção do White Stripes (little ghost).




FRANKENWEENIE

Tim Burton, pela última vez, e esse é o meu filme favorito da lista. Foi baseado num curta metragem do diretor de 1984. A Disney achou o curta assustador demais, para o público infantil, e o diretor foi despedido. Quando Tim ficou famoso (Beetlejuice, Batman...) a Disney finalmente lançou o curta, numa versão com cortes. Anos depois, ele apareceu na íntegra no dvd de ''O estranho mundo de Jack''. O longa metragem traz novos personagens, eu adoro a garotinha do gato, e sub tramas. Como se trata de uma nova versão de Frankenstein, o filme tá em preto e branco, muitos personagens foram chupados dos clássicos da Universal e o professor de ciências foi baseado no Vincent Price. São várias homenagens espalhadas pelo filme. E tem também, é claro, um cachorro morto (rapaz, como eu choro vendo esse filme).
''Frankenweenie'' esteve presente no Oscar animado mais injusto de todos os tempos, em 2013. Tinha um monte de filme legal entre os indicados. Além de ''Frankenweenie'' e ''ParaNorman'', tinha ''Detona Ralph'' e ''Piratas pirados''. E o Oscar foi pro único filme da lista que eu detestei: ''Valente'', da Pixar.


E agora, a gente encerra com um verdadeiro clássico do terror animado. Pra vocês, sonhos terríveis.


1 comentário:

Marcelo Gaya disse...

Morri de medo assistindo isso quando era criança....mas agora foi fantástico rever esse vídeo!!!