28.9.16

CHP CULT


Um filme para os cinéfilos, ou algo parecido. Os personagens adoram cinema, mas estamos falando do cinema clássico francês, a trama do filme se passa em 1968. Aí os personagens descarregam atores, diretores, títulos que a maioria de nós nunca ouviu falar. Mas tá tudo bem, porque a paixão que eles sentem pelo cinema nos contagia. 
OS SONHADORES é um filme de 2003 dirigido por Bernardo Bertolucci, tão ousado quanto certos filmes europeus da década de 1980 (quando muita coisa tava liberada). Se não pintou homossexo nesse filme, é porque o diretor achou que isso seria desnecessário para a trama. Mas o homossexo tava lá, no primeiro esboço do roteiro.

A parte mais complicada foi escolher o elenco. Leonardo DiCaprio tava ocupado. Tentaram o Dominic Cooper e até o Jake Gyll-o, que recusou o filme por conta das cenas de nudez. Michael Pitt topou a parada, fez nu frontal e estava até disposto a fazer a cena de homossexo.
Na trama, Michael Pitt é Matthew, um estudante norte americano que adora cinema. Ele conhece os gêmeos Theo (Louis Garrel) e Isabelle (Eva Green) em Paris, que também são apaixonados pela sétima arte. Os gêmeos convidam Matthew para uma estadia em sua casa. Os pais estão viajando, os garotos estão sozinhos, e aí começam os joguinhos no estilo ''na cama com Madonna'', envolvendo o tema ''cinema'', enquanto a Revolução Estudantil acontece lá fora.

A única coisa que eu não curto nesse filme é a nudez da Eva Green. Caramba, não gosto dos seios dela. Embora tenha conquistado uma legião de fãs, o filme foi massacrado pela crítica na época. Levou um ano para chegar aqui e só foi exibido no festival internacional de cinema (sp). No livro, no qual o filme foi baseado, a gente encontra a tal cena de homossexo, mas o livro nunca foi traduzido para o português. E olha só, ainda não encontrei nenhum livro de Gilbert Adair em pt/br (qual é a bronca?).

8 comentários:

Anónimo disse...

Vi esse filme há uns anos e ele me impressionou muito, tipo do filme que a gente não esquece.

Rafael Caribe disse...

Acho que um filme que tem 62 no metacritic não se encaixa em "massacrado". Acho que ele foi mais para "polemico" ou "divisivo".

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

ficou famoso com o tempo, o diretor foi duramente criticado tanto na França quanto na Itália em 2003

Arthur Beaverhousen disse...

Foi onde me apaixonei pela Eva Green. Lembro que assisti o filme porque o ator de Dawson's Creek estava nele. Naquela época não conhecia nem filmow, nem IMDb e internet era discada.

Vi no canal 23 aqui em BH onde eu assistia 'Will & Grace' e vira e mexe tinha um filme LGBTI (naquela época filmes temáticos) 'Diario de um Adolescente', 'Filadelfia', 'Meu QUerido Companheiro', entre outros as vezes pintava na madrugada do canal.

Anónimo disse...

O que há de errado com os seios da moça?

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

são feios (rs) bem feios

Anónimo disse...

Olha amigo vamos concordar em discordar rs

Anónimo disse...

Não importa o que falam. Eu amo esse filme. Mesmo eu esperando o sexo entre os garotos...
A Eva estava linda
O pinto rosinha, lindo
Kkk