20.8.16

LOOKING, O FILME


A gente tem que aplaudir a HBO pela iniciativa. O seriado não fazia muito sucesso, era uma homo-série mais pé no chão do que muitas outras por aí, mas tinha um público fiel. Os fãs não gostaram do cancelamento abrupto em 2015, logo após o final da segunda temporada, deixando algumas pontas soltas. O canal poderia ter deixado isso pra lá, esqueça Looking, porém, eles resolveram ouvir os fãs. E agora taí o filme. Isso fez história. Hoje não estamos mais na espera pelo próximo Queer as Folk, estamos esperando pelo próximo Looking.

Mas não se trata de um filme do tipo encerramento. Quando vi o filme eu disse: é só isso? Eles poderiam ter colocado essa trama num único episódio, um pouco mais longo, de uma terceira temporada fantasma. Não tem cara de encerramento, é só pra matar saudades do seriado. Assim como na série, o filme é tranquilo, pouca coisa acontece.

Nove meses separam o filme do último episódio do seriado. Patrick está morando em Denver, ele terminou com o Kevin e puxou o carro. Agustín e Eddie vão se casar, então Patrick volta para San Francisco, por dois dias. Ele vai ser o padrinho de Agustín. Nesses dois dias, ele vai tentar se acertar com o Kevin e com o Richie, para poder seguir em frente. 
Vai também testar sua amizade com Dom (agora de barba, wow) e impedir que Agustín tenha uma crise antes do casamento. Patrick se torna o personagem principal do filme, está sempre em cena. Não sobra muita coisa pro Dom, que está curtindo a vida de solteiro, pro Agustín, preocupado com o casório, e pra Doris, que havia ganhado muito mais espaço na segunda temporada.

E aí? Time Richie ou Time Kevin? Eu tenho pena do Patrick, meu namorado tem a barba do Richie e as orelhas do Kevin, estou satisfeito aqui. Mas o filme bem que poderia ter investido em algumas reviravoltas.

4 comentários:

Anselmo disse...

Bobão!

Anónimo disse...

Team Kevin forever, o Richie a gente liga para a deportacao buscar ele rs.

Alexandre o seu namorado seria um tipo de frankenstein? Quero dizer, tem a barba do Richie, as orelhas do Kevin e o peru do Kid Bengala? =DDD

Anónimo disse...

Gostei! Fez o que a serie vinha fazendo.

ac.ac.

Wendel disse...

Achei bem certo o tom do filme, até pq quem entendeu o que os criadores tentaram fazer com a série sabe que não caberia uma mudança de tom em um filme que não daria conta de explicar mudanças mais drásticas. Meus únicos problemas foram o pouco tempo decorrido - acho que um período maior traria mais naturalidade às mudanças nas vidas dos personagens- e com o fim de Patrick, acho o personagem muito bem delineado - como todos os outros da série -, mas pra Richie ter aceitado voltar com ele depois de tanta coisa, e sabendo que Patrick ainda está bastante apegado aos seus preconceitos e visões sobre com que tipo de pessoa ele merece estar, achei forçado eles terem ficado juntos. Mas enfim, espero que um dia a segunda temporada e o dvd do filme desembarquem em terras brasileiras.