11.4.16

CHP CULT


VIAGEM AO MUNDO DOS SONHOS (eita título besta) marcou a infância de muita gente. É uma relíquia de uma época em que éramos mais inocentes. Hoje, a gente não perdoa os minutos finais. Mas, verdade seja dita, o filme que conhecemos é uma versão inacabada.

O ano era 1985. Steven Spielberg visitava os bastidores do filme ''Os Goonies''. Ele escreveu a trama e seu aprendiz #1, Chris Columbus, escreveu o roteiro. Vez ou outra, ele dava uma olhada no set de ''De volta para o futuro'' (ele era um dos produtores executivos). Enquanto isso, seu ''outro aprendiz'', Joe Dante (um Spielberg mais sombrio), estava sendo pressionado pela Paramount.

Os executivos queriam um filme, pra ontem, porque o feriado do 4 de julho estava chegando. Dante mostrou uma versão inacabada de ''Viagem...'' e o estúdio resolveu lançá-lo do jeito que estava. O diretor não pôde gravar cenas adicionais ou fazer alterações. Para completar a desgraça, o filme foi atropelado por ''De volta para o futuro'', a maior bilheteria do ano.

Se o diretor tivesse mais tempo, o final do filme seria diferente? Admita, perto do final o filme muda radicalmente, fica estranho demais, absurdo demais. Todo aquele trabalho pra criar uma nave espacial e aí você chega no espaço e dá de cara com aqueles dois aliens ridículos. Eles mereciam um E.T. ou um ''Contatos imediatos''. 
E o pior, os garotos voltam pra Terra e encaram um final apressado. Nada de conclusões ou dramas familiares mal resolvidos, vai direto pra uma sequência de sonho e ... pensando bem, foi um encerramento bem deprimente.

Sem comentários: