26.2.16

em cartaz - DEUSES DO EGITO


Não foi a salada mitológica que eu esperava, tá uma bagunça, é verdade, tem muitos exageros. E sei que certas coisas não ficariam bem no filme. Quem iria querer ver um filme onde o deus Set (Gerard Butler) abusa sexualmente do sobrinho Hórus (Nikolaj Coster Waldau)? Wow, essa imagem mental não vai sair da minha cabeça facilmente. Então tá, os deuses são cavaleiros do zodíaco e o Egito parece outro planeta. Mas como aventura o filme é digerível. Não é um filme soberbo mas também não é um filme ruim, ver uma vez já basta. Vai sumir da sua memória em alguns meses.


- Libertem o Kraken, ou algo parecido!!!


O filme se passa na época em que os deuses dividiam o mundo com os humanos. Eles são bem mais altos que os mortais, o filme tem aquele efeito ''hobbit'' bem legal, o filme todo tem ótimos efeitos especiais. O deus Hórus será coroado rei do Egito por seu pai Osíris. Aí pinta o deus Set, que mata Osíris e arranca os olhos de Hórus durante uma batalha. Set se torna rei do Egito e uma era de terror tem início. O herói do filme é um fiasco, um ladrão chamado Bek (Brenton Thwaites), não sei qual é o problema com esse personagem, não deu pra sentir simpatia alguma por ele. Bek vai roubar um dos olhos de Hórus do cofre de Set e em seguida vai ajudar o deus caído a voltar ao trono. Durante a jornada, os dois vão se tornando amigos e Hórus começa a dar mais valor aos mortais por conta disso. 
Eu gostei muito do Brenton Thwaites em ''o doador de memórias'', mas desta vez ele chega a prejudicar o filme. Parece que tá dentro de algum ''piratas do Caribe'' da vida (e acabo de descobrir que ele VAI ESTAR no próximo ''piratas''). Em todo caso, DEUSES DO EGITO pode agradar as crianças, parece um vídeo game...












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: gods of egypt
ANO: 2016
PAÍSES: eua, austrália
DURAÇÃO: 2h 7min
DIRETOR: Alex Proyas (o corvo, cidade das sombras, eu robô, presságio)
ELENCO: Brenton Thwaites, Courtney Eaton, Nikolaj Coster Waldau, Elodie Yung, Chadwick Boseman e Gerard Butler
ESTREIA BR: 25 de fevereiro

Sem comentários: