28.2.16

dvd - VAMP


Quando vi isso na internet, fui correndo comprar na manhã seguinte. Pela ousadia, pela originalidade, essa é a melhor novela brasileira que já foi feita. O ano era 1991 e os vampiros brasileiros choravam sangue em caixões mega estilosos (eu queria um) e hipnotizavam as pessoas antes de Buffy barra Crepúsculo barra True Blood e afins. 

Então tá, temos 179 capítulos que foram retalhados e colocados em 10 discos neste box, cada disco tem 3 horas de duração. Isso é possível? É sim, dá um trabalho daqueles, pode levar anos, mas é possível. Pena que estamos falando de um pessoal bem desleixado. A edição tem mais furos que uma toalha de crochê. Algumas subtramas ficam sem conclusão, de outras a gente só vê o desfecho. A passagem do tempo é uma confusão só, por essa eu já esperava, antes a gente via um capítulo por dia na tv. Porém, a edição deixou até os dias confusos, é noite, é dia, volta a ser noite, e se passaram apenas 24 horas. Tudo bem, se você já conhece a novela, não vai ficar muito perdido. Alguns cortes são beeeem grosseiros. A edição também torna algumas músicas insuportáveis, são várias reproduções em poucos minutos.

Que gostoso rever essa novela, eu tinha uma paixonite por vários atores, de várias idades. A história começa com a Claudia Ohana pagando mico em Veneza. Ela foi mordida pelo Vlad Ney Latorraca e depois pegou o Gerald Guilherme Leme (paixonite 1, vi esse cara fazendo cooper no parque da Aclimação em 2003) como empresário musical. Ela volta ao Brasil com a intenção de encontrar a cruz de são Sebastião cantando Rolling Stones (por onde anda minha fita K7 da novela?), mas apenas o Reginaldo Faria (P2) pode tocar na cruz.

Ela chega tarde, o cara já está apaixonado pela Joana Fomm. Joana tem seis filhos e ele também tem (P3, P4, P5, Fábio Assunção, garotão, deixa o mar de camisão, parece que tá peladão). Natasha é seguida por uma caçadora de vampiros, Vera Holtz, e seu parceiro atrapalhado, Marcos Frota. Fechando o time, o palhaço Evandro Mesquita (P6), o padre garotão Nuno Leal Maia (P7) e a divertida Patricia Travassos como Blood Mary.

Eis o momento em que você entrou acidentalmente na puberdade. Gerald e Giron, transformados em gato e rato por Vlad, voltam a forma humana, nus em pelo (muito pelo), dentro do caixão da Natasha.

Curiosidade (só descobrindo isso agora por conta do dvd). Um desconhecido Marcello Novaes (P8), faz uma ponta no primeiro capítulo como um segurança no aeroporto de Lisboa.













2 comentários:

Anónimo disse...

Estou pensando em comprar, vale a pena? Assiste quando repetiu no antigo sessao aventura, hoje vale a pena ver de novo, quando ainda era criança. Que bom que pelo menos de uma novela vc gostou, devemos consumir produtos "culturais" do nosso povo tbm, não so de roliudi rs. Ainda assisto novelas, mas sei que quem segue filmes, animes e series o tempo para assistir uma novela é bem complicado. E tem alguns programas brasileiros que passara bem antes de tais modinha vc nao acha, tipo: vamp (antes da moda de vampiros), castelo ra-tim-bum (antes dos bruxos famosos de hogwarts), uma novela kubanacan que tinha um desmemoriado e tinha viagem no tempo (lembrando os enredos de lost e heroes).
Abraços

Anónimo disse...

Eu tive um treco quando vi a capa. Não conseguia ler a postagem porque eu tava eletrico, feliz, emotivo. Achei o box na internet. Agora começar a colecionar moedinhas. É um MUST HAVE sobre Upir.