22.2.16

CHP CULT


Tim Burton reuniu nesse filme um elenco de peso. Fez diversas referências aos filmes B de ficção científica. De ''A ameaça que veio do espaço'' a ''O terror veio do espaço'', ''Planeta proibido'' e principalmente ''Guerra dos mundos''. E aí você foi ao cinema e não captou nada disso, sci-fi dos anos 50 barra 60 não é a sua praia. Tudo bem. Dá pra curtir MARTE ATACA (1996) mesmo assim. Porém, o público não curtiu.

Acho que o maior problema do filme está em seu humor negro. Todo mundo esperava por uma boa comédia, os marcianos eram engraçadinhos e tal. Aí pintou a pomba branca e a matança começou. Me lembro de ter ficado assustado com aquela dose inesperada de violência. Depois disso, o filme se equilibrou entre o raio desintegrador e algumas gags chupadas dos Looney Tunes. E quando um filme não consegue equilibrar um conteúdo adulto demais com um conteúdo infantil demais, temos problemas (já viu aquela animação das corujas guerreiras?). E aquela troca de cabeças perto do final forçou a barra.

Fora das telas, o filme ganhou uma memorabilia absurda. E isso o levou ao status de filme cult. HQs, lançadas até hoje, trazem um clima de anos 1960, e os marcianos já enfrentaram o Popeye, os Transformers, o Savage Dragon e o Juiz Dredd. O filme foi baseado numa série de cards lançada em 1962, com esses marcianos cabeçudos usando um capacete de aquário. 


  
Em 2012 os cards voltaram a ser produzidos, comemorando os 50 anos da coleção.

1 comentário:

Wagner disse...

adoro esse filme!