7.2.16

CHP CULT


Outro filme que também pode ser encontrado em qualquer homovideoteca, os gays amam essa coisa. CHOCOLATE recebeu cinco indicações ao Oscar, entre elas, a de melhor filme. 
Juliette Binoche dá uma de Mary Poppins. O ano é 1959, ela e a filha (e o canguru de estimação da menina) estão atravessando a Europa, seguindo o vento norte (???). A moça chega num pequeno vilarejo na França, onde tudo mundo sabe da vida de todo mundo. Ela é ateia e tem uma filha ilegítima, o povão não aceita isso numa boa. E ela ainda abre uma loja de chocolates, um verdadeiro tabu. A conotação sexual é evidente, você prova um docinho e descobre um mundo novo de sabores, é eroticamente mágico.
O povo até chega a organizar um boicote contra essa ''imoralidade'' toda.
O fato da moça estar fazendo amizade com os ciganos locais, olha o Johnny Depp no meio, também não ajuda muito na sua popularidade. Aos poucos ela conquista a aldeia toda, até o prefeito. Mas é um caminho complicado.
Entre os indicados ao Oscar de melhor filme em 2001, CHOCOLATE era o maior sucesso de bilheteria. O filme custou 25 milhões e faturou mais de 150 no mundo todo.

Sem comentários: