27.1.16

dvd - MANIMAL - primeira temporada


Wow, foi tão legal ver essa série novamente. Haviam várias sequências que eu nem sabia que ainda estavam dentro da minha cabeça, apenas o seriado poderia ter trazido essas lembranças de volta. E eu nunca havia visto o episódio piloto, longo demais pra ser exibido na Rede Globo? E o episódio piloto apenas mostra a policial se tornando parceira do professor Chase. Não existe episódio de origem. Como o professor consegue se transformar em animais? A série não explica nada.

O seriado teve apenas oito episódios mas as tramas são bem variadas. Um episódio que se passa em Chinatown está completamente dublado em inglês, e da pior maneira possível. O episódio está fazendo uma homenagem aos filmes de artes marciais estrangeiros, que sempre recebem péssimas dublagens nos isteites. Foi uma ideia muito boa e divertida.

A dublagem da tv aberta também está no pacote, mas está num mono tão abafado que é impossível assistir desta maneira. E o seriado envelheceu mal. Eu era criança e nem ligava para os defeitos especiais. E também achava o ator Simon MacCorkindale bonitão. Agora acho graça quando o professor se transforma (na maioria das vezes numa pantera ou num falcão). A sequência de transformação, no estilo ''um lobisomem americano em Londres'', é sempre a mesma. Não leva em conta as roupas do cara ou a iluminação ambiente. É como ver o príncipe Adam se transformando em He-man enquanto se segura na beira de um abismo. O seriado recicla muitas cenas.

E só agora, depois de todos esses anos, percebo um erro gritante. O professor nunca fica nu. Ele vira um urso, as roupas rasgam (vez ou outra), ele volta ao normal e as roupas voltam também.
Nos extras, o produtor do seriado fala sobre a péssima recepção norte americana (a série teve o azar de estrear no mesmo dia em que o seriado ''Dallas'' revelou o assassino de JR) e do inesperado sucesso que a série fez na França.

 










FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: idem
ANO: 1983
TEMPORADA: 1
EPISÓDIOS: 8
ELENCO: Simon MacCorkindale, Melody Anderson e Michael D. Roberts
 

Sem comentários: