13.10.15

livro - A GUERRA DOS CONSOLES


Ainda dá tempo de conferir o livro, o filme só vai estrear em 2016. A GUERRA DOS CONSOLES é um livro indicado para os gamemaníacos que, como eu, acompanharam de perto a guerra entre a Sega e a Nintendo nos primeiros anos da década de 1990.

Eu sempre fui mais Sonic do que Mário. Tenho, até hoje, uns trinta e poucos games do ouriço azul, em sete plataformas diferentes. E o Mário? Cinco jogos até o momento. Só fui atrás do SNES quando pintou Mortal Kombat 2 e Donkey Kong Country. Nessa guerra entre os consoles eu me dei bem, eu tinha (ainda tenho) os dois em casa.

O livro traz um prefácio divertido escrito por Seth Rogen e Evan Goldberg, os diretores do filme. O autor Blake J. Harris conversou com funcionários da Nintendo e da Sega, leu antigas entrevistas, juntou bastante material e montou esse livro na forma de uma história.

O personagem principal é Tom Kalinske, o homem que salvou a Barbie da falência e que criou o He-Man, enquanto trabalhava na Mattel. O cara estava sem rumo depois que a Mattel bancou a ingrata. Numa praia do Havaí, ele foi abordado pelo presidente da Sega do Japão. Ele queria que Tom ocupasse o cargo de CEO da Sega norte americana. Sua função era fazer o Gênesis (pra nós é ''Mega Drive'') se tornar um sucesso de vendas. Logo de cara, Tom disse que a Sega precisaria ter seu próprio Super Mário.

O livro nos mostra a criação do Sonic, a polêmica envolvendo o violento Mortal Kombat, e como a Sega conseguiu derrubar a Nintendo nos isteites. O livro também mostra o ponto de vista dos executivos da Nintendo, da criação do SNES ao famoso Donkey Kong Country, o jogo que vendeu milhões de cópias.

Também vemos o envolvimento das duas companhias com a Sony, que no final acabou lançando seu próprio console, o Playstation. Mas a Nintendo não é o maior inimigo de Tom. O rapaz precisa passar por cima da Sega do Japão, que está sempre sugerindo coisas absurdas e que não deixa ele tomar decisões importantes. Em apenas três anos, Tom colocou a Sega no mapa e confrontou a Nintendo. Mas essa guerra civil, dentro da própria Sega, pode colocar tudo a perder.










FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: console wars, Sega, Nintendo and the battle that defined a generation
ANO: 2014
AUTOR: Blake J Harris
PÁGINAS: 576
EDITORA: intrinseca

Sem comentários: