12.10.15

CHP CLASSIC


Hoje, quando a gente pega esse dvd pra assistir, até parece um universo paralelo. O Reino Unido era um lugar beeem diferente nos anos 1960. Nem pensar que, um dia, nasceria ali o ''Queer as folk'' original. MEU PASSADO ME CONDENA (um dos piores títulos brasileiros que já vi, no original é ''vítima'') é um famoso filme de 1961, e é, historicamente, homobrigatório. Foi a primeira vez que usaram a palavra homossexual num filme britânico. Naquela época, a homossexualidade era crime no Reino Unido, dava cadeia, como se a pessoa tivesse cometido um homicídio. E esse filme, pasme, era pró gay.
Na trama temos um advogado casado que já se apaixonou por um homem, quando era jovem, mas nunca rolou sexo. E agora ele está gostando de outro cara, só não rola nada físico, ele está vivendo um conflito interno e também está quase ganhando uma promoção no trabalho. Se sua sexualidade for descoberta, sua carreira já era. O rapaz que ele ama aparece morto e a polícia começa a ligar os pontos. Os gays são os mocinhos do filme, os vilões fazem parte de uma quadrilha que costuma chantagear homossexuais. Ou você paga a grana que eles estão te pedindo ou eles vão te denunciar pra polícia.
O filme não conseguiu escapar da BBFC (organização responsável pela classificação de filmes britânicos) e alguns diálogos mais ''pesados'' foram removidos. Mas a gente ainda consegue captar a essência da coisa.













FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: victim
ANO: 1961
PAÍS: reino unido
DURAÇÃO: 90 min
DIRETOR: Basil Dearden
ELENCO: Dirk Bogarde, Sylvia Syms e Dennis Price

Sem comentários: