5.5.15

livro - O LIVRO DA SELVA


Se você só conhece a versão Disney das coisas, vale a pena dar uma olhada na versão original. O LIVRO DA SELVA é bem diferente do filme ''Mogli'', de 1967. Não existem momentos engraçadinhos ou personagens cômicos. O urso Balu não vai cantar e dançar, ele está velho demais, nem consegue correr quando é necessário.
O livro reúne sete contos, seis deles são protagonizados por animais falantes. ''O livro da selva'' foi publicado em 1894, chegou ao Brasil na década de 1930 e a minha edição está com aquele português arcaico barra de Portugal. E como todos os animais são educados e falam bastante sobre honra e amizade, é como ler um ''senhor dos anéis'' selvagem.
Os três primeiros contos falam sobre Mogli, o menino lobo. Na selva indiana, o tigre Shere Khan afugentou os pais de Mogli, e o bebê foi resgatado por um casal de lobos. Ele ganhou a proteção da alcateia e o nome de Mogli, que significa ''a rã'' (porque ele estava peladinho). Seus tutores são a pantera negra Baguera e o velho urso Balu, que é o professor dos lobinhos. Mogli aprende as leis da selva e as línguas dos animais com Balu.
Dez anos depois, o futuro de Mogli se torna incerto porque a alcateia vai mudar de líder e o tigre está jogando todos os jovens lobos contra o garoto, dizendo que a alcateia não deveria proteger um filhote de homem.
Para enfrentar Shere Khan, Mogli vai até a aldeia dos homens para roubar a flor vermelha (o fogo). E depois surge um conto sobre a infância de Mogli, quando ele foi raptado pelos macacos e aí Baguera e Balu tiveram que pedir ajuda para a cobra Kaa. No terceiro conto vemos o confronto definitivo entre Mogli e o tigre e a vida do garoto na aldeia dos homens.
Depois vem o conto de uma foca branca que está tentando salvar todas as focas do pedaço de um grupo de caçadores de pele, muito legal.
O conto seguinte mostra um mangusto que foi adotado por uma família inglesa na Índia. Ele precisa proteger sua família humana das cobras que circulam pelo quintal. A batalha final é eletrizante.
E, finalmente, os últimos dois contos, que são meio fraquinhos. Um deles mostra a amizade entre um menino e um elefante, e o outro fala de um grupo de animais que faz parte de um exército indiano.


 





FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: the jungle book
ANO: 1894
AUTOR: Rudyard Kipling
PÁGINAS: 253
EDITORA: printer portuguesa

Sem comentários: