7.5.15

GALERIA DO TERROR


O ano é 2010 e ainda temos clones da Bruxa de Blair, tem problema? O filme pode não ser 100% original mas tem alguns acertos. O CAÇADOR DE TROLL é um filme norueguês que tenta convencer você de que a história é real, seguindo os mesmos passos da bruxa de Blair, mas o filme não faz isso do jeito certo.
A trama começa e termina com legendas que explicam a origem e o destino das filmagens, é meio exagerado nesse ponto (''se você encontrar um troll chame as autoridades'' ??? fala sério). E apesar do filme ter efeitos especiais competentes, a fotografia não ajuda e a animação dos trolls é meio fraquinha.
O restante do filme é muito legal. Três estudantes (o cara que segura a câmera é bonitinho, mas aparece pouco, porque tá filmando tudo) estão indo atrás de um homem suspeito de matar ursos na região. O que eles querem é fazer uma entrevista e resolver o mistério (devem ser estudantes de jornalismo). E aí acabam descobrindo que o tal cara é um caçador de trolls. Surpresa, eles existem, são de vários tamanhos e o governo da Noruega sabe a respeito deles. O caçador precisa eliminar os trolls que abandonam seus territórios de caça (reservas biológicas criadas pelo próprio governo) e atacam humanos inocentes pelo caminho. 
O filme tem um jeitão de documentário, mas, quando pinta um troll, vira filme. O aspecto das criaturas não ajuda muito. Ainda assim, o filme é bem divertido.














FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: trolljegeren
ANO: 2010
PAÍS: noruega
DURAÇÃO: 103 min
DIRETOR: André Øvredal
ELENCO: Otto Jespersen, Glenn Erland Tosterud, Johanna Mørk e Tomas Alf Larsen.

Sem comentários: