9.5.15

DIGA ''NÃO'' ÀS DROGAS


Quando esse filme foi anunciado, vi o ''Entertainment Tonight'' entrevistando pessoas nas ruas a respeito deste remake. Todo mundo concordava que a ideia era absurda. Pra quê fazer um remake de PSICOSE? E no fim das contas, o remake (1998) absurdo se tornou ainda mais absurdo. O diretor Gus Van Sant não criou uma nova versão do livro, ele usou o filme de 1960 como storyboard. Recriou cada uma das cenas do filme original, evitando de mexer até na fotografia, e o compositor Danny Elfman apenas seguiu a partitura original de Bernard Herrmann. Então ficamos com a maldita pergunta: por que fazer isso? ''Psicose'' precisava mesmo de uma cara nova?
O ''remake'' trouxe a trama para os dias atuais, o filme está em cores e há um certo conteúdo sexual na tela (algo que o filme de 1960 não tem). São poucas as mudanças. E como ninguém conseguiu enxergar a razão de ser desse filme, ele irritou os fãs de Alfred Hitchcock (a filha do diretor aprovou). Não interessa se o filme é o mesmo, quadro a quadro, essa versão é completamente desnecessária. 
O diretor se divertiu espalhando referências ao filme original. Na cena em que Alfred Hitchcock aparece, vemos Gus Van Sant no lugar dele. O cara até repetiu os mesmos erros do filme de 1960, como forma de homenagem, e também rodou o filme em seis semanas. Apesar de toda essa dedicação aos detalhes, os fãs não perdoaram o filme. Ele foi massacrado pela crítica, mas perdeu o Framboesa de ouro de pior filme para o filme das Spice Girls.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: psycho
ANO: 1998
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 105 min
DIRETOR: Gus Van Sant (Gênio indomável)
ELENCO: Vince Vaughn, Anne Heche, Julianne Moore, Viggo Mortensen e William H. Macy.

6 comentários:

Rafael Caribé disse...

Ele ganhou dois Razzies; pior diretor e pior remake!

Luiz Fernando disse...

Esse é o tipo de filme ke se resume numa frase :
"PRA KÊ??"
Só pra satisfzer a egotrip do idretor e nao agradar ninguem.

Anónimo disse...

Pelo menos tinhas uma ótima cena da bunda do Viggo Mortensen, que era muito sexy e gostoso naquela época !!!

Anónimo disse...

Alessandro,

Realmente não sei qual seria o post ideal pra pedir isso, eu entro no blog todos dias e nunca vejo uma brecha.

Não é seu problema, não somos amigos.

Mas eu entro no Blog sempre e ele sempre me ajudou muito.

O caso é que meu namorado pediu um tempo e estamos separados. Eu to malzão e queria um conselho, um toque sei lá, qualquer coisa eu agradeço muito.

Fico muito feliz em ver vc com Anselmoon. Dia 12 de Junho terá um post bem diferente.

Enfim é isso, to morrendo de vergonha de falar disso mas a tristeza é maior.

R.

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

eu não entendo muito desse lance de "dar um tempo". estou no meu terceiro namorado e isso nunca rolou, não curto esses homocaras que dão uma de "garota no colegial", se ambos são adultos e querem a mesma coisa uma boa conversa pode resolver isso. se tem alguma coisa incomodando um dos dois e não rola conversa a coisa explode no futuro. acho que tem que ter sinceridade, bate papo e adaptação desde o começo.
enfim, "dar um tempo", "ver outras pessoas", "abrir a relação", "não é você sou eu", por favor não imite filme algum.
;)

Anónimo disse...

No outro dia acordei com muita ressaca moral de ter pedido isso...

Bem a conversa já rolou e frustração e distanciamento dele foi porque ele tava no segundo namoro e nunca tinha sido solteiro ele sentia que isso era uma lacuna na vida dele e por isso pediu o tempo. Estamos separados e eu ainda amo ele demais, não sei o que se passa no coração dele.

Não to criando expectativa dele voltar, to vivento como solteiro, mas não to curtindo muito. Fui muito feliz nos quase 3 anos de namoro.

Agradeço muito pela atenção, to seguindo 1 dia de cada vez.

E espero mesmo que o Anselmo seja o 3 e ultimo pra depois virar marido.

Forte Abraço
R.