12.5.15

CHP CLASSIC


Quando o filme ''Pearl Harbor'', de Michael Bay, foi lançado em 2001, A UM PASSO DA ETERNIDADE ganhou uma nova edição em dvd. Nada de especial, apenas um selinho na caixa que dizia que aquela era a verdadeira história de Pearl Harbor, traduzindo, não veja o filme do Michael Bay. A Columbia exagerou, estava tentando pegar carona no sucesso de um blockbuster. Mas acontece que ''Pearl Harbor'' acabou se tornando um fiasco, tudo bem, sem problema, quem disse que A UM PASSO DA ETERNIDADE é um filme sobre Pearl Harbor no fim das contas?
No filme de 2001, temos um triângulo amoroso. A história se arrasta e se arrasta e aí os japoneses atacam o Havaí e o filme ganha várias cenas de ação de encher os olhos. No filme de 1953, temos algo parecido. Acompanhamos três personagens, um sargento e dois soldados. O gostosão Burt Lancaster está apaixonado por uma mulher casada (nota mental, imitar a cena do beijo na praia algum dia), Montgomery Clift é um ex lutador, traumatizado, de boxe e seus amigos militares querem que ele volte ao ringue mais uma vez, e tem também o Frank Sinatra, que se mete em confusões por conta de seu pavio curto. 
E aí os japoneses atacam e o elenco tenta fugir do local faltando poucos minutos para o final do filme. E é isso aí, nada de bombas e explosões e navios sendo despedaçados (isso é pano de fundo). O filme de 1953 não é um filme de ação, ou de guerra. É bobagem querer comparar as duas produções.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: from here to eternity
ANO: 1953
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 118 min
DIRETOR: Fred Zinnemann
ELENCO: Burt Lancaster, Montgomery Clift, Frank Sinatra, Donna Reed e Deborah Kerr
PRÊMIOS: indicado para 13 Oscars, ganhou 8 - melhor filme, ator coadjuvante (Sinatra), atriz coadjuvante (Donna Reed), diretor, roteiro original, fotografia em preto e branco, som e edição.

3 comentários:

Anónimo disse...

queria saber a quantas anda o filme sobre o Montgomery da HBo com o Matt (gostosão) ali do lado.

*_________________*

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

o filme ainda tá na pré produção

Rafael Caribé disse...

Burt Lancaster gostosao. Fato, mas Clift merece muitos créditos tbm. Aquelas sobranchelas :) E nunca esqueci não somente a cena da praia como a cena dele cavando o buraco. E comparar Michael Bay com um clássico desse ainda mais com elenco desse porte é realmente vergonha alheia...