23.2.15

OSCAR 2015


Quase sinto saudades dos anos 1990. Todo ano havia um filme papa Oscar que deixava a premiação bem previsível. Aí a Academia fez algo (dá pra chamar de manipulação?), e nos últimos anos (tirando o terceiro ''senhor dos anéis'') a gente viu tudo quanto é indicado voltando pra casa com alguma coisa. O filme papa Oscar sumiu, todos eram vencedores. Será que isso deixou o Oscar com uma cara mais justa ou será que tornou a cerimônia um tédio?
Neil Patrick Harris não foi um apresentador marcante, ok ele tirou a roupa, beleza, mas foram poucas as boas piadas. Eu adorei a abertura, foi legal. Os números musicais também, uma homenagem à Noviça Rebelde e Julie Andrews apareceu em seguida.
Vi a cerimônia com o Anselmoon no skype, lutando contra o sono e contra uma barata que apareceu no quarto dele. E ele foi no banheiro duas vezes. Travolta voltou pra fazer piada a respeito do seu deslize do ano passado, Rubens Ewald Filho confundiu Benedict Cumberbatch com Michael Fassbender e mais um homo-roteirista ganhou um Oscar por um filme estrelado por um homocara (o discurso dele deve ter sido censurado na Rússia). Como eu disse, todo mundo levou alguma coisa pra casa (menos o Leo Dicaprio). Entrei no facebook e vi a Lady Gaga virar meme em tempo recorde.



Melhor ator coadjuvante
J.K. Simmons ("Whiplash - Em Busca da Perfeição"). Esse a gente já sabia.

Melhor figurino
"O Grande Hotel Budapeste". Esse a gente já sabia.

Melhor cabelo e maquiagem
"O Grande Hotel Budapeste". Idem.

Melhor filme estrangeiro
"Ida" (Polônia)

Melhor curta de ficção
"The Phone Call"

Melhor documentário curta-metragem
"Crisis Hotline: Veterans Press 1"

Melhor mixagem de som
"Whiplash: Em Busca da Perfeição"

Melhor edição de som
"Sniper Americano". Acertei em cheio.

Melhor atriz coadjuvante
Patricia Arquette, "Boyhood - Da Infância à Juventude". O Anselmoon escreveu ''raquete'' no skype, melhor piada da noite.

Melhores efeitos visuais
"Interestelar". Tava torcendo pelos macacos.

Melhor curta de animação
"O Banquete". Só por que é Disney.

Melhor longa de animação
"Operação Big Hero". Blé, deveria ter sido ''Uma aventura Lego''.

Melhor desenho de produção
"O Grande Hotel Budapeste". Dã.

Melhor fotografia
"Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)". Dã.

Melhor edição
"Whiplash - Em Busca da Perfeição"

Melhor documentário
"Citizenfour". Não foi desta vez, de novo, Brasil.

Melhor canção original
"Glory" ("Selma"). Tava na cara, pegaram pesado na apresentação (Chris Pine chorando, ohhh).

Melhor trilha sonora original
"O Grande Hotel Budapeste"

Melhor roteiro original
"Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)"

Melhor roteiro adaptado
"O Jogo da Imitação", escrito pelo homocara que tentou se matar.

Melhor direção
Alejandro G. Iñárritu - "Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)"

Melhor ator
Eddie Redmayne ("A Teoria de Tudo"). Muito feliz aqui.

Melhor atriz
Julianne Moore ("Para Sempre Alice"). A palavra na boca de todos é ''finalmente''.

Melhor filme
"Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)". Realmente se destaca entre os outros.

4 comentários:

Anselmo disse...

Alguém com um smartphone por favor me ajude. Escreva arquete e dê espaço pra ver o que aparece rs.

Anónimo disse...

Ah só me decepcionei com o Michael não ter ganho. Ele merecia muito, assim como o Edward N.

Anónimo disse...

Anselmo, o seu aparelho deve estar acostumado a busca B.quete. HEHE

Anónimo disse...

Anselmo, lindo do jeito que você é, você pode escrever da melhor for que convir