13.2.15

em cartaz - CINQUENTA TONS DE CINZA


Nos primeiros minutos você já percebe. O filme não tem o ritmo de um filme. Acho que eles não queriam deixar os fãs com raiva e resolveram seguir o livro na maior parte do tempo. Se bem que, na saída do cinema, uma moça sacou o celular e contou pra uma amiga que muita coisa ficou de fora. Eu me lembro quando o filme foi anunciado, made in Hollywood, não seria tão ousado, Jamie Dornan disse que não faria nu frontal de jeito nenhum (há uma cena rápida, mas pode ser um dublê), em matéria de cenas de sexo o filme não traz novidade alguma. Mas vem cá, o cara adora algemas e chicotes, e aí? Bem, até nesses momentos o filme é educadinho demais, cada tapinha parece um carinho, pinta um efeito sonoro, que é um slap exagerado, que não combina com a cena. E a trama? Se os outros dois livros são parecidos com o primeiro, acho que poderiam colocar todos os três num só filme. Foram 125 minutos de quase nada.



- Não durma ainda, tem mais filme pela frente.


Rapaz, quantos clichês, isso explica porque o livro vendeu tanto. Temos uma mocinha inocente e virginal, meio estabanada, com roupas de brechó dirigindo um fusca. O estereótipo da garota comum. Ao fazer um favor para uma amiga, ela entrevista o famoso Christian Grey. Jovem, bonito, bilionário, ele pode agarrar qualquer Gisele Naomi Johansson que pintar na sua frente, mas ele se sente atraído pela moça de peito chato, que só faltou aparecer no filme de óculos, com um permanente ruim, e com um aparelho nos dentes. De cara, ele deixa bem claro que ele não curte romance. Ele é um dominador sexual e está procurando por uma mulher submissa. Ela recebe um contrato com todas as regras, acima de tudo ela deve guardar segredo das manias do rapaz. Ela acaba topando porque a) ela se apaixonou por ele e b) ela acha que pode mudá-lo, se conseguir tocar seu coração. Como o filme não pega pesado nas cenas pesadas, ele vale a pena apenas como curiosidade, para quem leu o livro.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: fifty shades of grey
ANO: 2015
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 125 min
DIRETORA: Sam Taylor-Johnson (o garoto de Liverpool)
ELENCO: Dakota Johnson, Jamie Dornan e Marcia Gay Harden
ESTREIA BR: 12 de fevereiro
VEJA TAMBÉM:  Corpo em evidência, Nove semanas e meia de amor, Uma linda mulher.

Sem comentários: