19.2.15

DÊ UMA CHANCE PARA ...


Depois do mega sucesso ''Uma linda mulher'', as pessoas esperavam ver Julia Roberts de volta num filme igualmente divertido e romântico. Mas aí ela resolveu fazer um terror (linha mortal) e depois um suspense: DORMINDO COM O INIMIGO. Ela conseguiu uma indicação ao Oscar por ''uma linda mulher'', mas não saiu por aí se achando, ela resolveu explorar outros gêneros, fez filmes de baixo custo, e tentou ficar longe de blockbusters (como a Cameron Diaz, depois de ter ficado famosa em ''O Máskara''). DORMINDO COM O INIMIGO é um suspense para principiantes, não vai te causar pesadelos.
Laura e o marido estão passando as férias (dele) em casa (a casa deles é linda demais). Nos primeiros minutos parece que o casamento é perfeito, mas não demora muito e a gente percebe que Laura vive no inferno. O cara é controlador e ciumento demais, e também muito violento. A moça não aguenta mais levar surra e acaba elaborando um plano. Durante um passeio de barco, com o vizinho bonitão, cai uma tempestade e Laura, que não sabe nadar, cai na água e desaparece. Dias depois, o marido realiza um enterro simbólico. 
Aí descobrimos que Laura está viva, ela voltou pra casa, pegou algumas roupas, e um pouco de dinheiro, e se mandou. Ela vai começar uma vida nova numa pequena cidade no interior do país. Ela arruma um novo nome, aluga uma casa, consegue um emprego e chama a atenção do vizinho bonitinho (não curti o corte de cabelo).
Acidentalmente, o marido descobre que Laura teve lições de nado antes de morrer. Ele começa a juntar algumas peças e encontra o rastro da esposa. Aos poucos, ele vai se aproximando cada vez mais dela. 
Perto do final, o cara resolve brincar de filme de terror na casa de Laura antes de se revelar, é meio bobo isso, mas está lá para gerar o tal suspense.


FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: sleeping with the enemy
ANO: 1991
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 99 min
DIRETOR: Joseph Ruben
ELENCO: Julia Roberts, Patrick Bergin e Kevin Anderson.

Sem comentários: