9.2.15

CHP CLASSIC


Em 2008 aprendemos uma valiosa lição sobre ''como não fazer um remake''. O filme investia bastante em cenas de ação e em efeitos especiais de ponta. Por conta disso, deixou a trama de lado. Na versão original de O DIA EM QUE A TERRA PAROU, vemos exatamente o contrário. O filme de 1951 trazia uma mensagem, e é incrível notar que essa mensagem ainda pode ser transmitida nos dias atuais, quer dizer, um remake não teria problemas com ela. Mas o filme, estrelado pelo Keanu Reeves e pela Jennifer Connelly, tava tão preocupado com seus incríveis efeitos especiais que acabou se esquecendo da famosa mensagem. O remake é uma ofensa grave ao filme original.
Na trama, um disco voador pousa na Terra, deixando os humanos malucos, e o alienígena Klaatu pinta no pedaço trazendo uma mensagem. A humanidade está à beira da extinção, se não mudarmos nossos hábitos (guerras, poluição, desigualdade, etc) será o nosso fim. Klaatu quer conversar com todos os líderes mundiais ao mesmo tempo, e nós sabemos que isso é impossível. Para ele, ainda há uma chance de salvar a humanidade.
É claro que o humanos ficam desconfiados, os militares e os políticos não querem papo. Uma mulher salva Klaatu da fúria dos humanos e ele consegue passar sua mensagem de paz para um grupo formado pelos mais inteligentes cientistas da Terra. 
No remake, o Keanu deixou sua mensagem de meio segundo com a Jennifer Connelly e se mandou. O filme de 1951 é um clássico da ficção científica e merecia mais respeito, não se pode deixar a história de lado. A droga do remake pode ter afugentado algumas pessoas, pessoas que não vão querer dar uma chance ao filme de 1951 agora, uma pena.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: the day the earth stood still
ANO: 1951
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 92 min
DIRETOR: Robert Wise
ELENCO: Michael Rennie, Patricia Neal e Hugh Marlow.

1 comentário:

Homem, Homossexual e Pai disse...

concordo! este remake foi uma M ----
eu ja assisti inumeras vezes o classico! é imperdivel