14.1.15

dvd - O FANTASMA


O dvd importado pode ser caro, mas o português de Portugal não é nenhum bicho de sete cabeças. Dá para entender o que tá rolando no filme porque, acima de tudo, ele tem poucos diálogos. O FANTASMA (2000) é um filme bem ousado para sua época, e ainda É ousado (passamos por um reboot em setembro de 2001, lembra?), não é um filme para todos os gostos. Tem homo-sexo (explícito em alguns momentos), muita nudez masculina e alguns lances bem desconcertantes. O personagem principal tem um fetiche, ele adora couro e um pouco de sadô, não chega a ser tão chocante nos dias de hoje, mas é sempre bom avisar antes.


 - Tá olhando o quê?


Sérgio é um lixeiro que trabalha durante a noite. Quando não está trabalhando, ele está atrás de homo-sexo. Tem uma garota no trabalho que gosta dele, mas ele não liga muito pra ela. Um dia, ele recolhe uns trecos na casa de um rapaz bonitão e se apaixona por ele. O cara se torna uma obsessão, Sérgio revira seu lixo e pega uma sunga rasgada, que passa a usar sempre. Invade a casa do rapaz para espionar pela janela e até faz sexo com a moto dele quando a encontra estacionada num clube. Ao vestir uma daquelas roupas de couro que cobre todo o corpo (tipo american horror story) ele vai atrás do seu objeto de desejo e isso pode não acabar bem. Na verdade, por conta da falta de diálogos (ninguém diz nada nos últimos 25 minutos de filme), não dá pra saber o que tá passando pela cabeça do personagem, e aí o final fica meio confuso.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: o fantasma
ANO: 2000
PAÍS: portugal
DURAÇÃO:  87 min
DIRETOR: João Pedro Rodrigues
ELENCO:  Ricardo Meneses, Beatriz Torcato e Andre Barbosa.

1 comentário:

Sam Peregrine disse...

Já vi esse filme e, sério, acho que só fui entender um pouco ele depois de ler esse seu post. Não sei se não prestei muita atenção...