19.1.15

dvd - NO OLHO DO TORNADO


Esse tipo de filme já é bastante comum. São efeitos especiais baratinhos, mas até que são competentes. Muitos desses filmes não chegam ao Brasil, vários são lançados diretamente em dvd ou na tv. NO OLHO DO TORNADO foi exibido nos nossos cinemas. Tem aquela cara de ''filme que foi descoberto num canto empoeirado da locadora'', é um filme legal disfarçado de filme ruim. É também uma cópia de ''Twister''. Embora seja um filme catástrofe atual, ele se importa um pouco com os personagens, até aí tudo bem, mas esse lance ''atual'' incomoda porque, no estilo bruxa de Blair, tem gente demais filmando os tornados com celulares. E a gente quase não vê muita coisa pelo ponto de vista dos celulares, ou de outras câmeras. No estilo ''Cloverfield'' e ''Poder sem limites'', o filme quer usar esse ponto de vista para passar algum realismo. Eu concordo, pessoas com celulares são idiotas, elas esperam até o último segundo para fugir, não param de filmar por nada. Já cansei de ver esse tipo de coisa em filmes de ação barra terror.


- Esse barulho, meu rapaz, é o dragão.


No elenco temos o Richard Armitage, um sexy daddy, e também a Lori do ''the walking dead'' (é engraçado ver um personagem dizer na frente dela que o aspecto da cidade deserta lembra um apocalipse zumbi). Existem dois caras malucos que caçam tornados para tirar um selfie, uma turma que está fazendo um documentário e o pobre povo da cidade que será devastada por vários tornados antes da chegada do grandão. Aqui e ali você encontra um cara bonitão. O clímax é longo e faz o filme valer a pena, o pessoal do celular já sumiu, então, há ótimas cenas panorâmicas. Elas são bem vindas quando o super tornado invade um aeroporto. É filme pipoca, não seja exigente. Os mais novos vão adorar.











FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: into the storm
ANO: 2014
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 89 min
DIRETOR: Steven Quale
ELENCO: Richard Armitage, Sarah Wayne Callies, Matt Walsh e Max Deacon.

1 comentário:

Anselmo disse...

Definitivamente não gostei, poucos pontos positivos não superaram os incontáveis pontos negativos. O filho mais velho me irritava toda vez que aparecia em cena, câmeras funcionando mesmo molhadas e alguns efeitos eram muito ridículos para o cinema. Filme com cara de produção pra TV, algumas atuações são exageradas e ruins. Não entendi o Armitage ter aceito entrar nessa fria nem o filme ter passado nos cinemas.