26.1.15

DÊ UMA CHANCE PARA ...


Já vou avisando, é preciso estar no clima certo. O filme tem um final bem amargo, ele termina e você fica com um gosto ácido na boca. O DIREITO DO MAIS FORTE À LIBERDADE não é nenhum homoconto de fadas. O filme foi escrito e dirigido por Rainer Werner Fassbinder (diretor de ''Querelle'') que também faz o papel do personagem principal.
Franz é um cara meio lerdo que trabalha num circo, o dono do circo é seu namorado. Quando o cara é preso, Franz perde o emprego e enfia na cabeça que aquele é o seu dia de sorte, se ele jogar na loteria ele vai ficar rico.
E isso realmente acontece. Franz começa a se exibir no meio gay com sua fortuna e acaba conhecendo um homem chamado Eugen, que largou do namorado só para ficar com Franz. Tá na cara que ele só tá interessado na grana do rapaz, sua fábrica que imprime revistas está se afundando em dívidas, mas Franz não enxerga isso, ele tá perdidamente apaixonado.
Eugen torra a grana de Franz com viagens pelo mundo, compra um ap, móveis extravagantes e muitas roupas caras. Franz tenta não ligar muito para isso, ele ama Eugen e quer evitar uma briga. Ele tenta se adaptar à essa vida de luxo, mas sempre passa vergonha na frente dos sogros, sua irmã maluca e alcoólatra também não ajuda. Não há romance algum no filme, Eugen deverá deixar Franz assim que a grana do rapaz acabar. O final pode ser desconcertante, mas esse é um dos melhores filmes do diretor.


FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORGINAL: faustrecht der freiheit
ANO: 1975
PAÍS: alemanha ocidental
DURAÇÃO: 123 min
DIRETOR: Rainer Werner Fassbinder
ELENCO: Peter Chatel e Rainer Werner Fassbinder.

1 comentário:

raul disse...

Fassbinder é muito especial mesmo. Esse ainda nao conheco, vou procurar.
Vi um trecho de um documentário após um atentado terrorista na alemanha, onde ele senta à mesa e "conversa" com a mae...
Um abalo nas estruturas socio-familiares!