4.12.14

POR ONDE ANDA ESSE FILME?


Classicão da ''sessão da tarde'', Quase igual aos outros é uma comédia de 1985. Uma estudante chamada Terry está procurando por um estágio num jornal local, mas seu professor de jornalismo acaba indicando um rapaz. A moça acha que foi passada para trás por ser mulher. Ela resolve fazer outra tentativa, mas desta vez ela corta o cabelo e se matricula como homem. Terry vai receber a ajuda do irmão Buddy (Billy Jayne era lindão na época, não me esqueço dele em ''Parker Lewis''), o garoto vai ensinar Terry a se comportar como homem (e a coçar o saco) e vai meter a irmã em algumas situações engraçadas. Mas aí, Terry, ainda disfarçada como homem, se apaixona por um colega de classe (Clayton Rohner, outro bonitão em 1985), enquanto tenta se esquivar de uma moça que se sente atraída por ela. 
O filme tinha um clímax nota dez e rolava até um beijo ''gay''. Eu gostava muito da dubladora, nem sempre ela conseguia engrossar a voz, mas fez um bom trabalho. 
O filme ganhou uma nova versão em 1993, ''Uma garota muito especial''. Onde vemos Corey Haim se vestindo de mulher para fugir dos valentões da escola. Mas ele é uma péssima garota, Michael Cera faria melhor, e o filme não é tão divertido quanto o anterior.


FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: just one of the guys
ANO: 1985
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 90 min
DIRETORA: Lisa Gottlieb
ELENCO: Joyce Hyser, Clayton Rohner e Billy Jayne.

Sem comentários: